Microsoft precisa alertar usuários sobre os riscos de atualizar Windows 10

Brad Chacos, PC World (EUA)
09 de outubro de 2018 - 18h30
Atualização do sistema operacional pode resultar em desastre, como mostrou a última liberada neste mês quando muitos usuários perderam documentos salvos

“A atualização mais recente do recurso do Windows está pronta para ser instalada. Precisamos que você dê o pontapé inicial. Com novos recursos e aplicativos, este pode demorar um pouco mais do que outras atualizações”.

É assim que o Windows 10 informa aos usuários que está prestes a atualizar para uma das grandes versões semestrais da Microsoft. Parece que o usuário está prestes a realizar uma grande cirurgia em seu sistema operacional, o tipo de atualização que pode resultar na exclusão de arquivos e na corrupção do sistema? Porque é isso que está acontecendo quando atualiza para uma nova versão do Windows 10 e a Microsoft precisa ser mais clara sobre isso - um fato surpreendentemente óbvio agora que a empresa retirou a Atualização do Windows 10 de outubro de 2018 devido a relatórios de usuários sobre a exclusão de arquivos em massa.

A Microsoft se esforça para fazer com que atualizações sejam tão inocentes e indolores quanto possível. Mas, como qualquer entusiasta de PC pode dizer, mexer no próprio núcleo de seu sistema operacional traz riscos inerentes.

Problemas no driver podem ocorrer. Seu hardware pode ser incompatível com a nova versão. Às vezes, erros de ativação são exibidos. Nos piores casos, como a Atualização de outubro de 2018, pode ocorrer instabilidade do sistema ou perda de arquivos. É algo muito desagradável, especialmente para usuários não técnicos. Embora as atualizações de sistema operacional tenham um risco muito menor do que costumavam, ainda existe o potencial de desastre.

A menos que a pessoa faça backup de seus dados.

Backups de dados consertam todos os problemas. Quem fez backup do sistema antes de atualizar a versão, a exclusão da pasta Documentos seria somente um aborrecimento. O usuário pode simplesmente restaurar seus dados salvos e obter todos os seus documentos de trabalho cruciais e fotos de família de volta.

Mas os usuários precisam saber que devem fazer backup de seus dados antes de uma atualização importante. O prompt de atualização do Windows 10 da Microsoft reflete a gravidade das atualizações de recursos e não torna óbvio que existam riscos. Parece que a pessoa vai esperar um pouco mais do que o normal depois de reiniciar e ser recompensado por sua paciência com coisas novas e legais. E para ser justo, isso é tudo o que acontece na grande maioria dos casos.

Como a desastrosa atualização de outubro de 2018 demonstra, há riscos suficientes presentes nas principais atualizações de sistema operacional que a Microsoft precisa para conscientizar os usuários sobre isso. Os prompts de grandes atualizações como o citado acima já recebem texto personalizado. Portanto, tudo o que a Microsoft precisa fazer é adicionar "Recomendamos o backup de seus dados primeiro" a ele.