Vendas globais de tablets caem 13,5% e Apple aumenta liderança

Da Redação
03 de agosto de 2018 - 09h00
Fabricante do iPad aumentou diferença para a Samsung após rival registrar queda de 16,1% nas vendas.

As vendas globais de tablets caíram 13,5% no segundo trimestre de 2018 em relação ao mesmo período do ano passado, conforme aponta novo levantamento da IDC.

Segundo a consultoria, foram comercializados 33 milhões de unidades entre abril e junho, sendo que os tablets tradicionais (slate) responderam pela maior parte das vendas (28,4 milhões de unidades), bem à frente dos tablets destacáveis.

Para o futuro próximo, a IDC aponta que os aparelhos destacáveis com Windows 10 e chips da Qualcomm devem melhorar o seu desempenho após um início sem grande sucesso, especialmente com a chegada do novo processador Snapdragon 850, feito especificamente para os chamados “PCs Sempre Conectados”. 

Empresas

Ainda líder do segmento, a Apple vendeu 11,5 milhões de iPads no segundo trimestre, bem mais do que a rival Samsung, segunda colocada do ranking, com 5 milhões de unidades comercializadas no trimestre, queda de 16,1% em relação ao ano passado.

O Top 5 da IDC ainda traz a Huawei em terceiro lugar, com 3,4 milhões de tablets vendidos, a Lenovo, com 2 milhões de unidades vendidas (incluindo aí também os números da Fujitsu após a joint-venture das empresas), e a Amazon, com apenas 1,6 milhão de aparelhos vendidos no período, número 33,5% abaixo do registrado pela companhia de Jeff Bezos no Q2 de 2017.

Vale notar que as únicas duas companhias que registraram crescimento no período foram a Apple (0,9%) e a Huawei (7,7%).