5 dicas simples para garantir a proteção dos seus dados na internet

Da Redação
30/06/2018 - 10h03
Evitar aquela rede Wi-Fi aberta do Starbucks já é um bom começo e, como tudo na vida, desconfie sempre: dos links, dos e-mails e, principalmente, daquela corrente no WhatsApp

Em tempos de uso pesado da tecnologia e de inúmeros dispositivos ligando nossos hábitos diários à internet, o tema proteção de dados pessoais e corporativos vem à tona sempre.

E talvez você não se dê conta de quão conectado ao mundo digital você está, principalmente pela dependência cada vez maior das inúmeras redes sociais. Do Facebook, Twitter ao Instagram, passando pelo WhatsApp, seus rastros digitais estão fragmentados por toda a web. 

Portanto, vale ficar atento aos caminhos trilhados nesse mundo virtual. Pensando nisso, o coordenador do curso de Marketing Digital do Centro Universitário Internacional Uninter, Achiles Batista Ferreira Junior, listou alguns cuidados básicos para proteger seus dados pessoais ou, pelo menos, minimizar as possibilidades de uso indevido dos mesmos.

1 – Público ou privado?

Primeiro, para minimizar os riscos de acesso indevido e para uma maior proteção nas redes sociais, faça o seguinte: procure a opção “configurações” de sua rede social, geralmente o caminho é o mesmo para quase todas; após localizar essa opção, clique em “editar” e, assim, você poderá adequar o seu perfil de usuário, limitando o acesso às suas informações. Vale lembrar que, além dessa prática, é necessário tomar cuidado com exposição em demasia, excesso de fotos de familiares, de crianças, da casa.

2 – O velho conselho ainda vale: crie senhas fortes

Você ficaria abismado com a quantidade de pessoas que escolhem senhas consideradas fracas. Por isso, dedique um tempo para rever suas senhas e evite as muito frágeis como: datas de aniversários, nome de times, sequências básicas. Torne sua senha mais elaborada. Pesquisa realizada pela SplashData News destaca as 10 senhas mais comuns e mais fáceis de serem descobertas na internet. Veja os casos mais usuais:

123456

password

12345678

qwerty

abc123

123456789

111111

1234567

iloveyou

adobe123

3 - Pense duas vezes antes de usar aquele Wi-Fi do Starbucks

Hoje em dia é comum utilizar as redes Wi-Fi públicas, que estão presentes em diversos locais. Na maioria das vezes, a conexão é feita com facilidade e assim é possível navegar sem gastar o pacote de dados. No entanto, você será mais um entre centenas de máquinas conectadas à sua, o que não garante uma navegação segura.  É importante que fique atento e mantenha algum programa de segurança instalado no seu hardware. Verifique se o seu firewall está ativo no sistema e sempre evite acessar o site do seu banco utilizando as redes públicas. No caso de acesso a redes “familiares” ou “domésticas”, possivelmente seu computador ou mobile ficará protegido por um firewall e uma senha da rede específica para o usuário. Esses recursos tecnológicos impedem que alguns intrusos possam ter algum tipo acesso facilitado ao tráfego de dados de seu hardware.

4 – Busque por certificações

Ao acessar sites de bancos, verifique se está visível o cadeado verde na barra de endereços, o que garante algum tipo de segurança. Ao clicar no botão que fica do lado esquerdo, localizado na barra de endereço, você será direcionado ao CENTRO DE CONTROLE que contém informações detalhadas sobre como está o estado de segurança de sua atual conexão e, caso necessário, alterar determinadas configurações de segurança e privacidade.

5 – Desconfie sempre 

Não saia clicando em todos os links e nunca, em hipótese alguma, deixe gravado seu login e senha na máquina.  Troque sua senha frequentemente.