Microsoft promove 50 novos jogos para Xbox, incluindo Cyberpunk 2077 e Halo Infinite

Hayden Dingman | PCWorld (EUA)
11 de junho de 2018 - 10h00
Microsoft foi preparada para a feira de games E3 2018. Dos 50 jogos, 18 títulos são exclusivos

A Xbox precisa de jogos. Tem sido um refrão constante desde o início da era do Xbox One e PlayStation 4, mas ele atingiu o seu pico nos últimos dois anos. E a Sony vem dominando o mercado com exclusividades, de Yakuza 0 a God of War a Horizon: Zero Dawn, Bloodborne, Until Dawn, Uncharted 4, e mais a ser esperado nos bastidores.

O Xbox One tem lutado para acompanhar, com Forza, seu único vendedor consistente. Outros experimentos pareciam meio mornos (Mar dos ladrões, Quantum Break) ou caídos (ReCore). Mas a Microsoft veio preparada para a feira de games E3 2018, que acontece em Los Angeles (EUA), promovendo 50 jogos, incluindo 15 estreias mundiais e 18 títulos exclusivos. Temos algo consistente aqui. A Microsoft também revelou que cinco novos estúdios agora produzem games exclusivamente para Xbox. E não se esqueça: um exclusivo Xbox One é também um PC exclusivo em 2018. 

Os rumores estavam certos. Um novo Halo foi revelado na coletiva de imprensa da Microsoft, chamado de Halo Infinite. A principal surpresa: Halo Infinite aparentemente é Halo 6, ou pelo menos estrela o Master Chief. Por causa do nome, eu achava que era um spin-off, mas Phil Spencer confirmou que é um jogo sobre o Master Chief tentando salvar a humanidade.

Este pode ser o primeiro game Halo para PC em mais de uma década, o que faz disso uma notícia de peso. Não há motivo para não assumir que o Halo Infinite será um título do Xbox Play Anywhere no Windows 10.

A pior parte de Gears of War 4 foi o genérico protagonista J.D. Fenix. Convenhamos, ele era chato. Então, eu estou pelo menos um pouco interessado pelo fato de Gears of War 5 se afastar de JD e estrelar sua companheira no primeiro jogo, Kait Diaz, enquanto ela mergulha no mistério de Locust. Há muito a se perguntar sobre se "Kait está realmente do nosso lado ou não?”. A sugestão é que ela pode - ou não - estar levando o resto do esquadrão em uma armadilha, que, se você está jogando como Kait, parece ser uma configuração bem interessante. Veremos.

E para aqueles que querem o Gears of War em uma forma diferente, também há o Gears Tactics. "Crie uma equipe totalmente nova, doze anos antes do Gears 1”. É assim que Rod Ferguson introduz o jogo, que aparentemente é uma versão baseada em turnos no universo. XCOM misturado com o Gears? Poderia ser legal.

A Microsoft fechou com um golpe real: a primeira espiadela no Cyberpunk 2077 da CD Projekt Red em cinco anos ou algo parecido.

Temos todos os exemplos de um mundo cyberpunk aqui. Grandes outdoors, pessoas arrancando cabos da parte de trás da cabeça, tudo em neon, cyborgs disparando armas um contra o outro. Parece exatamente o que você esperaria de um jogo chamado Cyberpunk 2077 - a chave, é claro, é que vem do CD Projekt e, portanto, você pode esperar uma narrativa parecida com The Witcher. O jogo, entretanto, não tem data de lançamento oficial ainda.