CES Asia 2018: o que esperar da feira de tecnologia que acontece na China

Por Carla Matsu*
11/06/2018 - 15h22
AI, carros autônomos e 5G devem dominar a edição chinesa da feira de produtos eletrônicos que mira o mercado asiático; Evento acontece nesta semana em Xangai

A CES Asia ainda não ganhou a mesma tradição e o alcance da feira original que acontece todos os anos no deserto do Nevada (EUA) e que neste ano chegou ao seu 51º aniversário. A versão chinesa do evento inaugura nesta semana, em Xangai, China, a sua quarta edição e tem como foco apresentar e lançar soluções tendo em vista o mercado asiático. Mas dada a capacidade, principalmente, da China, em escalar suas empresas e soluções para um mercado consumidor que supera 1 bilhão de pessoas, não há quem duvide que a versão chinesa da CES alcance o seu potencial - e rápido. Afinal, a terra natal da Baidu, Alibaba e Tencent tem concentrado investimentos e pesquisadores para acelerar a inteligência artificial e outras tecnologias emergentes. 

A inteligência artificial, pauta de todas as empresas de tecnologia, do Google as startups, estará em peso na CES Asia. Prova disso é que a Consumer Technology Association (CTA), que organiza a CES, anunciou que a edição deste ano apresentará avanços em AI como uma nova categoria de produto. Esperamos ver análise de dados em tempo real, reconhecimento de discurso e tecnologia preditiva nos próximos dias. 

"A inteligência artificial é uma dessas tecnologias animadoras que se tornará onipresente na próxima década a medida que se torna cada vez mais incorporada aos produtos que usamos no dia a dia para tornar nossas vidas melhores", reforçou John T Kelley, diretor sênior para Programas Internacionais da CTA, em comunicado. 

De assistentes de voz inteligentes a carros autônomos, a inteligência artificial tem se ampliado para todo e qualquer serviço no futuro das nossas exigências por conectividade, tais demonstrações de “onipresença" digital já foram vistas na CES Las Vegas, em janeiro deste ano.

Para além da AI, a CES Asia também deve trazer anúncios para carros autônomos e esperamos novidades para a próxima onda do 5G. Em resumo, é um enredo que deve ecoar a CES de janeiro, mas promete reservar particularidades dado o mercado asiático.

Nós do IDG Now! estaremos cobrindo a CES Asia de perto. Acompanhe as novidades por aqui, no Twitter e no Instagram

*Jornalista viajou a Xangai a convite da CTA