WWDC 2018 começa nesta segunda (4/6): saiba o que a Apple deve anunciar

Computerworld / EUA e Redação
04 de junho de 2018 - 08h00
Com início na segunda-feira, 4/6, conferência de desenvolvedores da companhia deverá trazer novidades do iOS 12, macOS 10.14, watch OS 5 e tvOS 12.

Desenvolvedores, líderes do mercado de tecnologia e analistas marcarão presença na próxima semana em San Jose, na Califórnia, para a edição 2018 da conferência anual WWDC (Worldwide Developers Conference), da Apple, que tem início marcado para às 14h (horário de Brasília) nesta segunda-feira, 4/6.

Durante o evento, a Apple certamente falará sobre o futuro das suas plataformas de software, revelará insights sobre os planos de hardware e compartilhará detalhes sobre novas funcionalidades dos seus sistemas.

Veja abaixo o que deve ser anunciado pela empresa de Cupertino na WWDC 2018. 

Developers, developers, developers

O foco principal da WWDC sempre é o software. Neste ano, esperamos novidades sobre iOS 12, macOS 10.14, tvOS 12 e watchOS 5, além de melhorias para a Siri e para o ARKit. 

Quanto à hardware, há rumores sobre um modelo mais acessível do HomePod e aguardadas notícias sobre o AirPower.  Também há uma pequena chance de vermos novos Macs – a Apple usou a WWDC 2017 para apresentar o HomePod e um novo iPadPro. 

Os desenvolvedores também podem esperar por novidades sobre Saffari, Metal e Swift, juntamente com novas APIs para uma integração mais profunda com o Messages e outras tarefas.

wwdc2018destaque_625.jpg

Swift

Os veículos de tecnologia focados no consumidor final parecem um pouco reticentes em falar sobre a Swift, mas a linguagem de programação da Apple tornou-se uma das mais usadas no mundo – e não apenas em plataformas da empresa. Por isso, é esperado que a Apple revele mais sobre as suas iniciativas para programação e o que esperar do Swift 5 durante o WWDC 2018.

ARKit

As plataformas de programação da Apple não são apenas sobre criar códigos. Metal, CoreML e uma variedade de recursos importantes de sistema que funcionam em todos os aparelhos da companhia serão melhorados, com um foco especial na criação e no consumo de soluções de Realidade Aumentada (AR) que as pessoas vão realmente querer – e precisar – usar.

As formas em 3D no convite da conferência deste ano (veja imagem acima) aumentam as chances de a Apple falar sobre o ARKit no WWDC. Por isso, esperamos por demonstrações de novos aplicativos de terceiros e mais detalhes sobre melhorias de software no ARKit.

iOS 12

A Apple deverá focar em estabilidade com o iOS 12, o que significa que algumas melhorias esperadas (como no Mail) talvez não cheguem à plataforma móvel neste ano. 

Com um foco no iPhone X, estamos esperando por novos personagens Animoji e integração Animoji/FaceTime, assim como discussões sobre os apps da Apple embutidos no iOS. 

Stocks, Do Not Disturb (Não Perturbe), suporte de sessões multi-user para games em AR, FaceTime e Controles Parentais parecem todos prontos para receber melhorias. Isso inclui previsões sobre uma ferramenta Digital Health para os pais, permitindo que eles gerenciem o tempo digital dos filhos, e mais informações sobre os Health Records para iOS, melhorias no monitoramento do sono e melhor integração com o Shazam. A Apple também pode falar sobre a recente compra do app Texture e a sua visão para o futuro da curadoria de notícias.

macOS 10.14

A primeira coisa que saberemos é como a Apple irá chamar a próxima versão do macOS, que roda nos MacBooks, iMacs e Mac Pros. 

Também surgiram rumores de que a Apple planeja criar ferramentas que os desenvolvedores possam usar para construir apps universais que funcionem em Macs e aparelhos iOS. Recentemente, o CEO da Apple, Tim Cook, meio que negou essa iniciativa, mas como já existem aplicações que funcionam de maneira parecida nas diferentes plataformas, parece provável que tenhamos mais integrações no futuro. O app Home, da Apple, por exemplo, é um bom candidato a ser disponibilizado no Mac. 

O foco da Apple em imagem faz com que sejam prováveis novos filtros, máscaras e identificação de imagens via IA (Inteligência Artificial); o Safari deve ganhar melhorias fundamentais voltadas para colaboração e conferências em vídeo pelo navegador; e o FaceTime para Macs pode até mesmo ganhar suporte para Animoji.

Assim como o iOS 12, o beta do macOS 10.14 deve ser disponibilizado para os desenvolvedores durante o WWDC 2018, com um lançamento do beta público no terceiro trimestre antes da chegada oficial do software no trimestre seguinte.

watchOS 5

A Apple comprou o popular app de monitoramento do sono Beddit em 2017. Por isso, é possível que tenhamos novos recursos de monitoramento do sono no watchOS. Anteriormente, a empresa já dedicou algum tempo para falar sobre como o Apple Watch ajudou a salvar vidas, então pode ser que tenhamos novas implementações relacionadas à saúde com o uso de inteligência de máquina. 

A esperada introdução de APIs StreamKit poderia permitir que os desenvolvedores refinassem os apps do Apple Watch, habilitando notificações diretamente para o relógio e o suporte local no dispositivo para serviços de streaming de áudio – sem a necessidade do iPhone. Isso pode significar que teremos Spotify no Apple Watch? Os rumores mais recentes apontam que sim. 

A Apple também pode querer falar sobre novos acessórios, como um monitor cardíaco da EKG ou um sensor de glicose. Por fim, muitos analistas de mercado esperam por uma loja de watchfaces de terceiros para o Apple Watch. 

tvOS 12

Sabemos que a Apple vem investindo em conteúdos originais para suplementar a Apple TV. Mas não espere saber detalhes sobre esses planos durante a WWDC 2018 – além de como a empresa planeja melhorar o seu app TV com a adição do acesso a esses conteúdos. 

Vale lembrar que era esperado que a Apple introduzisse o suporte Picture-in-picture no tvOS no ano passado, o que acabou não acontecendo. Será queremos mais sorte em 2018? E a empresa manterá sua promessa, feita na WWDC 2017, de suporte ao Dolby Atmos na Apple TV? 

E hardware?

Quando o assunto são novos aparelhos, temos mais perguntas do que respostas.

A Apple pode falar sobre o desenvolvimento do novo Mac Pro durante a keynote de abertura. Afinal de contas, os desenvolvedores são um dos principais alvos em termos de público para a plataforma.

Também é possível que a Apple apresente novos Macs. No momento, algumas versões do MacBook e do MacBook Pro estão listados como esgotados na loja on-line da companhia nos EUA, mas disponíveis para entrega após 4 de junho. Será que isso pode significar a chegada de novos hardware?

Uma outra questão que vale fazer: e quais as chances de vermos um novo Mac Mini?

A Apple, no entanto, não é apenas uma empresa focada em Macs. Existem expectativas de que a companhia fale sobre novos iPads Pros com chip A11X e suporte para Face ID. 

Também surgiram rumores recentes sobre um modelo mais barato do alto-falante inteligente HomePod, talvez com a marca Beats, mas isso parece um pouco mais improvável.

O que esperar da Siri?

Uma das assistentes digitais mais usadas no mundo, a Siri costuma receber melhorias e novos recursos em todas as WWDC desde a sua chegada ao mercado.

Com concorrentes de peso como a Alexa, da Amazon, e o Google Assistente, a Apple pode apresentar diversas melhorias para a Siri, incluindo áreas como SiriKit, CoreML, Workflow, reconhecimentos de padrão de voz, Machine Learning (ML) e privacidade.

Vale lembrar que o IDG Now! fará uma cobertura especial sobre o WWDC 2018. Por isso, fique de olho no site e nas nossas redes sociais hoje e nos próximos dias.