Saiba como recuperar fotos deletadas no PC e no smartphone

TechAdvisor / Reino Unido
23/05/2018 - 12h15
Apagou imagens sem querer? Dicas simples explicam como e quando é possível ter os arquivos de volta no computador e no aparelho mobile.

Apagar fotos e então perceber que cometeu um erro pode ser um momento de fazer parar o coração de qualquer um. Mas desde que você tenha acabado de deletar as imagens, deverá conseguir recuperá-las. O método vai depender de qual aparelho você usa, mas o processo geral é o mesmo – assim como com a recuperação com qualquer tipo de arquivo.

Recupere fotos deletadas no Windows

Por padrão, se você selecionar alguns arquivos e apertar a tecla Delete, o Windows vai colocar os documentos na Lixeira. Mas isso não significa que eles foram apagados: eles só foram movidos para um local diferente. 

Abra a Lixeira e então busque pelas fotos - é possível filtrar a pesquisa pelo tipo de arquivo, como JPG, JPEG, DNG ou RAW. Feito isso, clique na opção para restaurá-las.

Caso as imagens não estejam na Lixeira e tenham sido realmente deletadas, você ainda pode recuperá-las. Quando o Windows apaga arquivos, ele apenas marca o espaço onde eles estavam armazenados no HD como “desalocado”, o que é essencialmente apenas uma marcação para dizer que o espaço pode ser usado para novos arquivos.

Isso é mais rápido do que apagar os arquivos em si e significa que softwares de recuperação podem escanear o seu disco e buscar por fotos neste espaço “desalocado”.

Softwares para recuperação de fotos

Existem muitos utilitários para recuperação de imagens. Separamos alguns na lista abaixo que você pode testar:

Recuva

Disk Digger 

PC Inspector File Recovery 

Paragon Rescue Kit 14 Free

CGSecurity PhotoRec

Antes de baixar ou instalar um programa desse tipo, lembre que esse processo também sobrescrever algumas das fotos deletadas, então é melhor usar um computador diferente para fazer o download do aplicativo. E também é melhor escolher um utilitário que possa ser instalado em um pendrive/unidade USB e rodado a partir daí.

É por essa razão que recomendamos a versão “portátil” do Recuva, da Piriform. Certifique-se de ler as instruções de instalação nesta página. O Recuva é fácil de usar porque conta com um guia para te auxiliar no processo de escolha dos arquivos que você quer recuperar e de apontar onde eles estão localizados (você pode selecionar uma opção “Não tenho certeza”) antes de realmene iniciar a busca pelos arquivos. 

Feito isso, uma lista deverá aparecer. Você pode marcar as caixas próximas aos arquivos que você quer recuperar e escolher onde salvá-los. Idealmente, escolhe um HD ou pendrive diferente.

Os nomes originais dos arquivos provavelmente terão sido substituídos por textos/códigos sem muito sentido, mas pelo menos você terá recuperado as suas fotos. 

Recupere fotos deletadas de um cartão SD

Caso você tenha apagado fotos de um cartão SD, use o mesmo processo descrito acima, mas você não precisa se preocupar em baixar e instalar o software no seu PC: fazer isso não irá sobrescrever essas imagens deletadas.

Mesmo que você não escolha o Recuva, basicamente todos os principais apps de recuperação de arquivos funcionam de maneira parecida.

Recupere fotos deletadas do iPhone

Se você deletou fotos no seu iPhone ou iPad, há uma pasta chamada Deletados Recentemente (Recently Deleted) na seção Álbuns do app Fotos. Ela mantém as fotos e vídeos apagados por 30 dias. Por isso, se esse período ainda não tiver passado, você pode selecionar as imagens que quiser e restaurá-las para o seu rolo de câmera (agora chamado de All Photos). 

Recupere fotos deletadas do Android

Desde que você use o Google Fotos no seu aparelho Android, encontrará um sistema similar ao do iPhone que te permite encontrar imagens deletadas recentemente em uma Lixeira.

Abra o app do Google Fotos, toque no ícone do menu (três linhas horizontais) e então em Lixeira.

Toque e segure o dedo apertado nas imagens que quiser recuperar e toque em Restaurar (Restore) na parte inferior da tela. As fotos voltarão aos locais originais no armazenamento do smartphone.