De olho em games, Intel anuncia chip Core i9 para notebooks

PC World / EUA
03 de abril de 2018 - 10h58
Com configuração poderosa de 6 núcleos e 12 threads, novo processador poderá chegar perto dos 5GHz, segundo a fabricante.

Por anos, os gamers de PC precisaram escolher entre comprar um desktop com os componentes mais poderosos disponíveis ou sacrificar um pouco de desempenho por um notebook que pudessem levar para qualquer lugar. O novo chip mobile de seis núcleos Intel Core i9, a CPU mais rápida para laptops já lançada pela fabricante, promete resolver esse dilema e ainda abre caminho para notebooks gamers de 5GHz. 

Usando a nova tecnologia “thermal velocity boost” para impulsionar o chip i9-8950HK de uma velocidade base de clock de 2.9GHz para 4.8GHz, o novo Core i9 de oitava geração foi revelado ao lado de cinco novos chips mobile de alta performance Core i5 e Core i7 da série H, além de mais quatro chips da série U voltados para sistemas com baixo consumo de energia (todos são chips Coffee Lake de 14 nanômetros.). 

Em comparação com os processadores Core de sétima geração, a Intel diz que o Core i9 é até 41% mais rápido em taxas de frames de games e 32% mais rápido ao realizar streaming e gravar a sua gameplay.

Como o novo Core i9 é desbloqueado, espere que os fabricantes de PCs lancem sistemas de 5GHz, apontaram os executivos da Intel. E se a memória Optane vier embutida, a performance pode aumentar ainda mais, apesar de o sistema de sétima geração usado pela Intel para comparação contar com um HD mecânico mais lento em vez de um SSD.

“É o processador mais rápido para games que já lançamos”, afirmou o gerente geral de notebooks premium e para games da Intel, Fredrik Hamberger. “Realmente é o desempenho mais próximo de um desktop que você pode ter em um notebook.”

Os novos chips Core móveis suportam as mitigações de software – não o ainda inédito redesign de hardware – que a Intel lançou contra as vulnerabilidades Spectre e Meltdown. Segundo os executivos da empresa, esses números de desempenho já refletem o impacto das correções contra as falhas em questão.

O que isso significa para você

Assim como com qualquer processador móvel que a Intel lança, a verdadeira questão é o preço. A fabricante não costuma publicar os valores dos seus chips mobile, e não fez isso neste caso. Com apenas um chip Core i9 na linha, no entanto, você provavelmente pode esperar que esse processador aparecerá no alto escalão dos laptops para games. Os outros chips novos (sobre os quais vamos falar abaixo) provavelmente chegarão a muito mais pessoas.

Intel Core Série H

Os executivos da Intel foram diretos: o mercado de games em PCs está em alta e a companhia está seguido essa tendência. De acordo com Hamberger, o número de notebooks no varejo voltados para games com chips Intel Core cresceu 45% no último ano.

Os novos chips de 45W da série H incluem dois processadores Core i5 e i7, assim como um par de novos Xeons. Na verdade, o chip mobile Core i9 se parece bastante com o Xeon E-2186, com velocidades de clock idênticas, mesmo número de núcleos, e por aí vai. A diferença, no entanto, é que as velocidades de clock do Core i9 são totalmente desbloqueadas. Mas se isso é demais para você, considere o novo Core i7-8850H, que também traz seis núcleos e 12 threads.

Todos os novos chips também suportam o novo esforço da Intel para impulsionar a memória Optane para os notebooks, com a tecnologia opcional vPro para sistemas corporativos.

Apesar de o chip Radeon RX Vega (“Kaby Lage-G”) ter sido feito para oferecer performance de 1080p dentro de algo que se pareça com um ultrabook, os novos chips Core i9 de oitava geração são feitos para o que Hamberger chamada de “musclebooks”, oferecendo o melhor desempenho que você pode ter em um notebook. “Se isso não te deixar animado, não sei o que irá”, afirmou o executivo. 

Essa é a primeira vez que a Intel desenvolveu um chip com o que chama de “thermal velocity boost”, a habilidade de impulsionar a velocidade de clock acima do normal. Normalmente, o Core i9-8950HK chega a até 4.6GHz após o turbo boost ser acionado. Mas se o chip estiver “realmente fresco e rodando em máxima velocidade, você terá um pouco mais”, afirma Hamberger, impulsionando um único núcleo em 200Mhz, para 4.8GHz, ou todos os núcleos em cerca de 100Mhz.

No entanto, Hamberger destaca que o “thermal velocity boost” é uma “coisa de oportunidade, não algo automático”, e que a Intel tinha focado em temperaturas de sistema em torno de 50 graus centígrados (ou abaixo disso) antes desse ganho extra poder entrar em ação.

“Passamos muito tempo trabalhando com nossos parceiros OEM para otimizar o desempenho, refinando os termais para conseguir mais performance. Pensamos que essa realmente é a tendência, ter uma performance mais eficiente em computadores mais finos e que durem mais, não sacrificar desempenho para ter um formato mais fino”, explicou Hamberger. 

Intel Core Série U

Se você estiver em busca de algo com um pouco menos de desempenho e um pouco mais de duração de bateria, a Intel também apresentou quatro novos chips da Série U. Esses chips Core de oitava geração e baixo consumo de energia (28W TDP) trazem a configuração mais padrão de 4 núcleos e 8 threads. Eles também oferecem suporte para memória Optane na configuração mobile.