Windows 7 cai um pouco em agosto, mas ainda lidera uso em PCs com folga

Computerworld / EUA
06/09/2017 - 17h56
Lançado em 2009, sistema da Microsoft continua sendo o mais usado no mundo. Mais recente Windows 10 está presente em 30% das máquinas com Windows.

O Windows 7 manteve mais uma vez a maioria dos usuários de computadores do mundo em agosto, preparando o palco para uma migração potencialmente caótica do seu sucessor, Windows 10, nos próximos 28 meses.

Segundo a empresa de análises Net Applications, o Windows 7 registrou uma participação de 48,8% no mês passado, uma queda de meio ponto percentual. O antigo sistema operacional, que está em boa parte dos PCs corporativos, esteve em 53,4% das máquinas Windows no mesmo período – o segundo número é maior porque o Windows está presente em 90,7% dos PCs do mundo e não em 100%.

O problema é que, mesmo com uma pequena queda neste último mês, o Windows 7 mal se mexeu em termos de números desde abril de 2016. Nos 16 meses seguintes, o sistema ganhou 0,6 de ponto percentual. Durante o mesmo intervalo de tempo, outras edições do Windows perderam quantias significativas de usuários: o Windows 8 e 8.1, por exemplo, perdeu mais de 10 pontos percentuais neste período, enquanto que o antigo Windows XP perdeu 4,6 pontos percentuais.

Por outro lado, o mais recente Windows 10, lançado em julho de 2015, ganhou quase 13 pontos percentuais nesses últimos 16 meses.

A recusa do Windows 7 em reconhecer sua aposentadoria próxima – a Microsoft irá encerrar o suporte do sistema em janeiro de 2020 – significa que a plataforma ficou atrás até mesmo do ritmo de queda estabelecido pelo Windows XP há alguns anos. Na mesma marca antes de sua aposentadoria em abril de 2014, com 28 meses restantes, o XP estava presente em 50,4% de todos os PCs Windows, apenas três pontos abaixo da participação do Windows 7 em agosto.

O substituto do Windows 7, o já citado Windows 10, ganhou 0,5 ponto percentual em agosto – um pouco mais do que conseguiu no mes anterior. Com isso, o sistema mais recente da Microsoft está presente em 28% de todos os PCs do mundo e em 30,9% de todos os computadores com Windows. Estimativas apontam que o Windows 10 estará presente em um terço dos PCs Windows em fevereiro de 2018.