Bill Gates investe em startup que produz hambúrgueres vegetarianos

Da Redação
10/08/2017 - 19h32
Fundador da Microsoft integrou rodada de investimento de US$ 75 milhões dedicado a startup Impossible Foods

Bill Gates é o homem mais rico do mundo. E isso dá a ele o tipo de segurança para investir em diferentes projetos e empresas, desde iniciativas sociais através da Fundação Bill e Melinda Gates a projetos que aparentam, à primeira vista, serem fictícios. Ele já investiu em uma startup que prometia transformar fezes em água potável, por exemplo.

Talvez não muito apropriado associar tal investimento com outro mais recente do bilionário, já que diz respeito ao setor de alimentação. Pois, o fundador da Microsoft, ao lado de Li Ka-shing, o terceiro homem mais rico da Ásia, estão entre os investidores da Impossible Foods, startup do Vale do Silício que produz hambúrgueres de soja. Os dois integram uma rodada de investimento de US$ 75 milhões, da qual também participaram a estatal de investimento de Cingapura, a Khosla Ventures e a Open Philanthropy Project, um fundo de investimento liderado pelo cofundador do Facebook, Dustin Moskovitz.

Desde a sua fundação, a Impossible Foods já recebeu um total de US$ 250 milhões e, em março deste ano, anunciou que estava concluindo uma fábrica em Oakland, Califórnia, que poderá, eventualmente, produzir cerca de 454 quilos de carne vegetal por mês. 

Além da startup, há outro forte representante no setor de carnes "artificiais", que atende pelo nome de Beyond Meat e que também tem Bill Gates entre seus investidores. 

Tanto a Beyond Meat quanto Impossible Foods apresentam uma abordagem diferente em relação à produção de carne vegetal. Ambas investem pesado em pesquisa e desenvolvimento para produzir carne vegetariana que pareça, tenha o gosto e cozinhe da mesma forma como uma carne "tradicional". 

Dessa forma, as duas startups pretendem popularizar os hambúrgueres feitos com produtos cultivados no solo e já conseguiram acordos para vender em grandes redes de supermercado nos Estados Unidos e até mesmo em restaurantes de alto padrão. A Beyond Meat, inclusive, vende seus produtos na mesma seção de carnes animais no Whole Foods. 

E as duas startups têm companhia. A Memphis Meats e a Hampton Creek também estão tentando desenvolver produtos feitos com carne produzida em laboratório, cultivadas em estufas a partir de células de animais.