Microsoft libera novo Windows 10 S para testes por desenvolvedores

Da Redação
28 de julho de 2017 - 10h53
Apresentado oficialmente em maio, novo sistema da empresa é voltado para estudantes e só permite apps da Microsoft Store.

A Microsoft liberou nesta semana o seu novo sistema Windows 10 S para que seja testado por desenvolvedores. A partir de agora, os assinantes da plataforma Microsoft Developers Network, a MSDN, podem baixar o software para fazer testes com eles. 

Apresentado em maio, o Windows 10 S é voltado para estudantes e só permite o uso de aplicativos baixados pela Microsoft Store. 

Por isso, a empresa de Redmond espera que principalmente desenvolvedores com foco em educação façam os devidos testes com o seu novo sistema.

Saiba mais

O “S” do nome Windows 10 S representa quatro aspectos diferentes, segundo o diretor de Windows na Microsoft, Terry Myerson: seguro, desempenho superior, mais simples e a “alma do Windows 10” (“soul”, no original, em inglês). Mas, na verdade, o novo sistema poderia ser resumido por outro termo iniciado com a mesma letra: Store (loja). 

Assim como no Windows RT, o Windows 10 S restringe os usuários aos aplicativos da Windows Store. Mas calma, não saia correndo! Desta vez, há uma versão de verdade para isso. Os apps da Windows Store usam menos bateria e são mais fáceis de gerenciar do que apps desktop tradicionais, que podem iniciar muitos processos atrapalhados.

Os aplicativos disponíveis na loja da Microsoft também são verificados para segurança e desempenho, e cada app da Windows Store roda em um contêiner protegido que não interfere com o resto do sistema – tornando os logins no último dia de aula tão simples quanto no primeiro dia, aponta Myerson. E esses logins devem levar menos de 5 segundos. 

Em outras palavras, essa limitação para a Windows Store tem a intenção de suavizar possíveis dores de cabeça para professores e administradores – e talvez impulsionar os apps da loja para os holofotes após ficarem um pouco esquecidos nesses primeiros anos.

“A tecnologia deve facilitar a vida dos professores e despertar a criatividade dos estudantes, não distrai-los”, afirmou em maio o CEO da Microsoft, Satya Nadella.

Ao contrário do Windows RT, o Windows 10 S também pode rodar software desktop tradicional baseado em x86 – mas há uma pegadinha. O software precisa ter sido empacotado como um app da Windows Store. Caso teste rodar o software fora da loja, será aberta uma caixa de diálogo sugerindo uma alternativa disponível na Windows Store. De forma rápida, os administradores e professores podem acessar a loja e instalar o Windows 10 Pro no aparelho.