Conheça o Windows 10 S, versão mais simples do sistema para estudantes

PC World / EUA
02/05/2017 - 15h35
Apresentada nesta terça-feira, 2/5, nova plataforma só permite uso de apps da Windows Store. Empresa diz que restrições facilitam vida de administradores.

Não chame de uma volta, já que não é exatamente isso. Apesar de o Windows 10 S, o novo sistema focado em educação da Microsoft, possui muitas semelhanças com o fracassado Windows RT, esse rival do Chrome OS carrega diferenças chave que o tornam mais útil.

O “S” do nome Windows 10 S representa quatro aspectos diferentes, segundo o diretor de Windows na Microsoft, Terry Myerson: seguro, desempenho superior, mais simples e a “alma do Windows 10” (“soul”, no original, em inglês). Mas, na verdade, o novo sistema poderia ser resumido por outro termo iniciado com a mesma letra: Store (loja). 

Assim como no Windows RT, o Windows 10 S restringe os usuários aos aplicativos da Windows Store. Mas calma, não saia correndo! Desta vez, há uma versão de verdade para isso. Os apps da Windows Store usam menos bateria e são mais fáceis de gerenciar do que apps desktop tradicionais, que podem iniciar muitos processos atrapalhados.

Os aplicativos disponíveis na loja da Microsoft também são verificados para segurança e desempenho, e cada app da Windows Store roda em um contêiner protegido que não interfere com o resto do sistema – tornando os logins no último dia de aula tão simples quanto no primeiro dia, aponta Myerson. E esses logins devem levar menos de 5 segundos. 

Em outras palavras, essa limitação para a Windows Store tem a intenção de suavizar possíveis dores de cabeça para professores e administradores – e talvez impulsionar os apps da loja para os holofotes após ficarem um pouco esquecidos nesses primeiros anos.

“A tecnologia deve facilitar a vida dos professores e despertar a criatividade dos estudantes, não distrai-los”, afirmou o CEO da Microsoft, Satya Nadella.

Ao contrário do Windows RT, o Windows 10 S também pode rodar software desktop tradicional baseado em x86 – mas há uma pegadinha. O software precisa ter sido empacotado como um app da Windows Store. Caso teste rodar o software fora da loja, será aberta uma caixa de diálogo sugerindo uma alternativa disponível na Windows Store. De forma rápida, os administradores e professores podem acessar a loja e instalar o Windows 10 Pro no aparelho. 

windows10s02.jpg

A Microsoft também está reforçando o Windows 10 S com uma ferramenta chamada Intune Education que te permite configurar uma imagem do sistema usando um assistente, para depois passá-la para um pendrive que pode ser usado para instalar a versão customizada do Windows 10 S em qualquer PC em menos de 30 segundos.

Isso que é rapidez. Myerson afirmou que uma escola do Colorado configurou mais de 600 laptops em um único dia usando 30 desses pendrives com o Windows 10 S.

O suporte para software também é uma parte essencial para os computadores educacionais: a Microsoft está jogando uma assinatura anual gratuita de Minecraft: Education Edition com laptops Windows 10 S e disponibilizando o Office 365 for Education de graça para escolas. Além disso, qualquer PC com Windows 10 Pro sendo usado por uma escola pode ser alterado para o Windows 10 S de forma gratuita.

O Windows 10 S é basicamente uma versão mais restrita do Windows 10, e rodará na maior parte dos mesmos computadores que a versão completa do sistema.

Laptops com o novo Windows 10 S deverão chegar no próximo trimestre nos EUA com preços a partir de 189 dólares.