Preços de SSD e RAM vão cair de vez em 2019, aponta Gartner

PC World / EUA
17/04/2017 - 11h19
No entanto, consultoria não aponta como essa queda irá chegar ao bolso dos consumidores de PCs e aparelhos móveis.

Os preços de PCs, smartphones e tablets estão subindo, com valores maiores dos componentes aparecendo como vilões. Faltas de DRAM, flash, baterias e displays estão atingindo os consumidores no bolso.

 

Um pequeno alívio está em vista no próximo ano, quando os preços de memória e flash NAND – que são usados em SSDs – vão começar a cair gradualmente. Mas os valores vão cair bastante em 2019, segundo previsão do diretor de semicondutores da Gartner, Jon Erensen.

 

O impacto dessa queda poderia ser sentido nos preços de PCs e aparelhos móveis. Mas ainda é muito cedo para prever o impacto exato das quedas previstas de NAND e DRAM em PCs e aparelhos mobile, aponta Erensen.

 

Caso os preços realmente caiam, poderá ficar mais barato para os usuários comprarem os componentes de forma direta e montar PCs em casa. Mas os valores de aparelhos já prontos, no final das contas, dependem do que as fabricantes de computadores fazem com as economia resultante dos preços menores dos componentes.

 

É possível que os preços de PCs e aparelhos móveis caiam, como tem sido a tendência há algum tempo. Mas algumas empresas podem optar por lucros maiores em vez de repassar a economia para os consumidores, de forma parecida com o que a Apple tem feito historicamente.