Microsoft barra updates do Windows 7 e 8 em PCs Kaby Lake e Ryzen

PC World / EUA
17/04/2017 - 11h21
Usuários das versões antigas do sistema relataram problemas para receber updates, segundo os sites Ars Technica e Tech Report.

A Microsoft parece estar barrando processadores modernos em versões mais antigas do Windows.

 

Usuários do Windows 7 e 8.1 com chips como Intel Kaby Lake e AMD Ryzen estão reclamando que estão sendo bloqueados de receber updates, segundo os sites Ars Technica e Tech Report.

 

Isso significa que todas as atualizações, incluindo updates de segurança, não estarão disponíveis em PCs com processadores novos e os sistemas mais antigos citados acima.

 

As primeiras pistas sobre o assunto foram revelados em março, quando uma página de suporte da Microsoft entrou no ar detalhando a política de bloquear atualizações para PCs Kaby Lake e Ryzen usando o Windows 7 e 8.1.

 

A abordagem da Microsoft de barrar updates em PCs novos (ou com chips mais novos) rodando versões antigas do Windows, na verdade, tem origem em janeiro de 2016. Na época, a empresa anunciou um plano para facilitar a transição para o Windows 10 para empresas ao certificar alguns processadores Skylake para rodar Windows 7 e 8.1 por tempo limitado. A companhia de Redmond também adicionou na época que o Intel Kaby Lake, o Qualcomm Snapdragon 8996, e o que chamamos hoje de AMD Ryzen exigiriam todos o Windows 10, lançado em julho de 2015.

 

Desde então, a Microsoft se provou mais flexível com o Skylake. Alguns usuários dessa geração de processadores poderão rodar o Windows 7 e 8.1 até os dois sistemas chegarem ao fim dos períodos de suporte estendido em 2020 e 2023, respectivamente.