PCs com Windows 10 só chegam às lojas após lançamento do sistema

PC World / EUA
13 de julho de 2015 - 14h59
Programado para ser lançado em 29 de julho, novo software da empresa só virá pré-instalado em máquinas após seu lançamento oficial.

Se você está planejando comprar um PC com Windows 10 no dia 29 de julho, data de lançamento do novo sistema, então está sem sorte. A Microsoft anunciou hoje, 13/7, que os computadores com Windows 10 não chegarão às lojas neste dia, algo totalmente sem precedentes para um lançamento Windows.

O VP de Windows da Microsoft, Yusuf Mehdi, confirmou o atraso para a Bloomberg. “Você verá os computadores com o Windows 10 instalado logo depois do dia 29 de julho e então no quarto trimestre uma linha completamente nova de máquinas chegará a tempo das festas de final de ano”, afirmou.

Mas por que os PCs com Windows 10 não estarão disponíveis em 29 de julho? Porque a Microsoft ainda não definiu uma versão do software que considere ser uma candidata ao lançamento (RTM), ou boa o bastante para enviar para os fabricantes de PCs. A Microsoft liberou recentemente diversas builds do novo Windows, todas com correções de bugs, mas a empresa aparentemente ainda não sente que o sistema está em um ponto bom o bastante para ser distribuído para as fabricantes.

Os fabricantes de computadores, por sua vez, precisarão de algum tempo para testar o software e adicionarem seus próprios aplicativos (que algumas pessoas chamam de bloatware), um período que costuma ser medido em várias semanas, se não meses. E com apenas 16 dias restante para 29 de julho, parece que os fabricantes agora estão dizendo que não terão tempo suficiente para fazer suas mudanças e colocar os PCs com Windows 10 nas lojas nesta data.

Enquanto isso, a Microsoft fez do dia 29 de julho a data quando as redes de varejo vão começar a vender o Windows 10 nas lojas. No que parece ser algo um pouco desorientado, a companhia planejou uma série de festas “Update Your World” ao redor do mundo e encorajou seus próprios funcionários a ajudar a comunidade com o processo de update.

Assim, em vez de comprar um PC com Windows 10 na loja, os usuários precisarão comprar uma máquina com Windows 8.1 e então fazer o upgrade na própria loja ou levar pra casa e fazer isso depois.

Até o fechamento da reportagem, a Microsoft não tinha respondido aos nossos pedidos de comentários sobre o assunto.