Startup cria soluções para carregar dispositivos longe da tomada

Da Redação
27 de julho de 2014 - 19h11
Carrega+ tem soluções exclusivas para recarga de bateria de tablets e celulares em locais de difícil acesso à energia elétrica

O uso intensivo dos dispostivos móveis tem sido responsável pelo surgimento de uma nova neurose urbana: a síndrome da falta de bateria, que geralmente ataca em lugares onde não há tomada elétrica por perto e quando mais se precisa do equipamento para fazer ou receber ligações ou enviar dados.

Por conta desse problema, o mercado dos chamados "power bank", carregadores portáteis autônomos de bateria - está em crescimento.  A startup paulista CARREGA+, fundada em 2013, aposta no mercado de carregadores portáteis,  e lancou um portfólio de produtos inovadores para quem utiliza smartphones e tablets e sofre com a falta de bateria.

Esse tipo de acessório geralmente é leve, pequeno e ligado a um smartphone ou tablet, transfere energia para a bateria que muitas vezes é recarregada em 100%. “Nossos carregadores portáteis são leves, de fácil manuseio e cabem no bolso”, diz Junior Valverde, sócio fundador da companhia, referindo-se ao CARREGA+Mini, um aparelho que pesa apenas 69 gramas.

Além de soluções para usuários individuais, a CARREGA+ resolveu investir em soluções maiores, para recarregar vários aparelhos, que podem ser usadas em feiras, eventos, restaurantes, aeroportos e outros locais públicos.  Nessa linha estão os produtos CARREGA+ Box, um carregador portátil de 510 gramas, com capacidade de carregar dois aparelhos simultaneamente por até 22 horas; e o CARREGA+ Unit, que permite a conexão simultânea de até seis aparelhos com carga para 12 horas.

Em maio deste ano a CARREGA+ foi uma das finalistas do concurso Acelera Startup, maior evento de aceleração da América Latina e que é promovido pela Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo). A companhia levou o título de “Melhor Ideia” entre mais de 1.000 empresas avaliadas. Para saber mais sobre os produtos acesse o site da empresa.