Redação do IDG Now!, com a colaboração de Cauã Taborda" />

Robôs ajudarão a explorar cordilheira no oceano Ártico

Redação do IDG Now!, com a colaboração de Cauã Taborda
22/06/2007 - 18h23
São Paulo - Expedição nas Cordilheiras de Gakkel, no oceano Ártico, contará com ajuda de dois robôs e será transmitida pela internet.

A partir de 1º de julho, uma expedição utilizará dois robôs e um veículo não tripulado para explorar as Cordilheiras de Gakkel, no oceano Ártico, em busca de aberturas térmicas.

Os pesquisadores do WHOI (Woods Hole Oceanographic Institution), pretendem encontrar formas de vida ainda desconhecidas, já que a região está praticamente isolada a 26 milhões de anos. Para a missão utilizarão o navio quebra-gelos Odim, operado pela Marinha Suíça.

Para a expedição foram desenvolvidos três veículos especiais. O Puma, veículo autônomo, irá vasculhar a região atrás de fendas de calor, minerais e fluídos ricos. Quando encontradas essas regiões o Jaguar, outro veículo autônomo entra em cena. Ele é responsável por captar imagens e mapear a região. Finalmente é lançado o CAMPER, veículo remotamente controlado para colher amostras de solo e de organismos.

A Cordilheira de Gakkel se estende por 1,800 km do norte da Groenlândia em direção a Sibéria, com uma profundidade de três a cinco quilômetros abaixo da camada de gelo. Acreditava-se que a região era muito fria para apresentar aberturas térmicas. Mas estudos feitos pelo WHOI, em 2001, mostraram que há atividade vulcânica na região.

Os cientistas explicam que as aberturas térmicas, que ocorrem nas regiões onde se encontram placas tectônicas, fornecem inúmeras condições para a existência de organismos peculiares. Algas e outros organismos, encontrados nessas regiões, são diferentes em 70% dos de outras regiões do oceano.

A missão será transmitida pela internet, pelos sites Dive and Discover e Polar Discovery.