Evernote demite 15% da sua força de trabalho

Da Redação
21 de setembro de 2018 - 10h00
Aplicativo de produtividade demitiu recentemente um total de 54 funcionários. Em nota, CEO diz que a empresa está crescendo e possui um negócio lucrativo.

O aplicativo de produtividade Evernote demitiu recentemente 54 funcionários nos Estados Unidos, segundo informações do TechCrunch. De acordo com o site, esse número corresponde a cerca de 15% da força de trabalho da companhia.

Vale lembrar que a empresa perdeu recentemente alguns executivos importantes, conforme o TechCrunch. A lista inclui o CTO (Diretor de Tecnologia) Anirban Kundu, o CFO (Diretor Financeiro) Vincent Toolan, o CPO (Diretor de Produtos) Erik Wrobel e a diretora de RH (Recursos Humanos) Michelle Wagner.

Posição da empresa

Em um post feito no blog oficial do Evernote no dia 18/9, o CEO Chris O’Neill falou sobre as mudanças recentes na companhia. No texto, intitulado “A Message from The CEO” (“Uma Mensagem do CEO”, em tradução livre), o executivo diz que a empresa está crescendo e possui um negócio lucrativo.

“No entanto, investimos muito antes deste crescimento. Para continuar um negócio saudável e lucrativo, precisamos ajustar rapidamente quando parte da nossa estratégia não está atendendo às nossas expectativas. As mudanças recentes refletem isso”, afirma O’Neill.

Por fim, o CEO diz que “há muito para vir do Evernote nos próximos meses e mais ainda em 2019”.