Google, Apple e IBM não exigem mais diploma universitário de funcionários

Da Redação
23 de agosto de 2018 - 08h00
Gigantes de TI aparecem em levantamento do site de empregos Glassdoor sobre empresas que não exigem mais formação universitária em vagas de empregos.

As gigantes de tecnologias Google, Apple e IBM estão entre algumas das empresas que não exigem mais um diploma universitário para os seus funcionários, conforme aponta um levantamento recente do site de empregos Glassdoor

O novo estudo da plataforma profissional, publicado no último dia 14 de agosto, traz uma relação com um total de 15 companhias que não exigem mais formação universitária dos candidatos para as suas vagas de empregos.

“Com o preço das faculdades subindo em todo o país, muitos americanos não possuem o tempo ou dinheiro para tirar um diploma universitário. No entanto, isso não significa que as suas possibilidades de trabalho ficaram menores. Cada vez mais, existem muitas empresas oferecendo vagas com bons salários para quem possui educação não tradicional ou um diploma do colegial”, afirma o texto no site do Glassdoor.

O Google, aliás, aparece em destaque na página, ocupando a primeira posição da lista, que conta ainda com organizações como Ernst and Young, Penguin Random House, Cotsco, Hilton, Bank of America e Starbucks.

O post do Glassdoor destaca ainda uma fala de 2014 sobre o assunto no The New York Times do então Vice-Presidente Sênior da divisão de People Operations do Google, Laszlo Bock. “Quando você olha para as pessoas que não vão para a escola e conseguem seguir o seu caminho no mundo, eles são seres humanos excepcionais. E deveríamos todo o possível para encontrar essas pessoas.”