Facebook é processado nos EUA após perda bilionária

Da Redação
30/07/2018 - 13h00
Acionista diz que mercado ficou “chocado” quando “a verdade” começou a aparecer na última semana. Rede social perdeu US$120 bilhões em valor de mercado.

O Facebook e seu CEO Mark Zuckerberg foram processados na última sexta-feira, 27/7, após as suas ações despencarem na última semana e causarem uma perda de cerca de 120 bilhões de dólares em valor de mercado.

Segundo informações da Reuters, o autor da ação é o acionista James Kacouris, que acusa Zuckerberg e o diretor financeiro da rede social, David Wehner, de fazerem afirmações enganosas ou não revelarem a desaceleração no crescimento de receita e quedas das margens operacionais e do número de usuários ativos.

No processo, o acionista afirma que o mercado ficou “chocado” quando “a verdade” começou a aparecer na última semana. As ações do Facebook caíram 19% na quarta-feira passada, 25/7.

O processo busca o status de ação de classe e pede por danos não especificados, conforme informações da agência de notícias, que destaca que é comum acionistas processarem empresas nos EUA após quedas inesperadas nos preços das ações.

Acionistas pedem saída de Zuckerberg

Além do processo, Zuckerberg também vem sofrendo pressão por parte de um grupo de acionistas para que deixe uma das suas posições na empresa- atualmente, ele é CEO e presidente do conselho. Segundo os acionistas, que são investidores do grupo Trillium Asset Management, Zuckerberg concentra poder demais com as duas vagas.