Agora é oficial: Intel apresenta cinco chips Core com placas AMD Vega

PC World / EUA
08/01/2018 - 12h35
Conforme anunciado na CES 2018, processadores estarão presentes em notebooks da HP e Dell e novos modelos de NUCs, da própria Intel.

O surpreendente casamento entre as rivais Intel e AMD finalmente ganhou o seu primeiro fruto com o anúncio de cinco novos chips Core H, da Intel, que usam duas variantes da GPU Vega M, da AMD. A combinação das tecnologias deve superar em desempenho um sistema de última geração com um chip discreto da Nvidia, de acordo com a Intel.

Os novos chips quad-core de oitava geração Core i5 e i7, juntamente com o que a AMD chama de Radeon RX Vega M, estarão presentes em laptops da Dell e da HP. Eles também aparecerão nos novos mini PCs NUCs Hades Canyon, com preços entre 799 e 999 dólares. 

O anúncio da Intel na CES 2018, em Las Vegas, neste domingo, 7/1, adiciona uma quantidade significativa de detalhes à revelação da parceria entre a fabricante e a rival AMD, feita originalmente em novembro do ano passado. O objetivo geral da Intel com a combinação Core/Radeon é entregar um PC gamer com boas capacidades de Realidade Virtual (VR) em um formato de ultrabook. Por enquanto sabemos que os NUCs chegarão ao mercado no final de março, apesar de a época de lançamento dos notebooks com os novos chips ainda não estar clara. 

A Intel revelou originalmente que o seu novo processador contava com um chip Core da série H, a GPU da AMD, e memória HBM2, tudo dentro do mesmo pacote. Agora sabemos que as velocidades de clock dos cinco chips Core i5 e Core i7 ficarão entre 3.8GHz e 4.2GHz, e que 4GB de memória HBM2 acompanharão a Vega M GH e a Vega M GL, as duas versões das GPUs da AMD, com 20 e 24 unidades de computação, respectivamente.

Pois bem, a Intel agora afirma que os seus novos chips serão mais rápidos do que um sistema Core i7-7700HQ, com uma Nvidia GTX 1060 Max-Q (6GB), tanto no benchmark 3Dmark (7%) quanto em games (13%).

Por que isso importa

Por anos, vimos processadores e chips integrados para notebooks que usam GPUs discretas, cada um com suas próprias ordens de desempenho. A nova parceria da Intel com a divisão Radeon, da AMD, divide a diferença, oferecendo uma espécie de solução modular junto com uma performance gráfica que é impressionante. Todos suspeitávamos que a parceria Intel-AMD poderia ser um divisor de águas, e estamos começando a ver que isso pode se concretizar. No entanto, ainda não sabemos quanto esses chips irão custar. 

Core + Radeon = poder

O que a Intel chama formalmente de “Intel Core de oitava geração com gráficos Radeon RX Vega M” é um pesadelo tipográfico, por isso faz muito mais sentido se referir a esses chips por um apelido ou nickname – algo como Kaby Lake-G, talvez? – ou simplesmente pelos nomes dos próprios modelos.

Naturalmente, como são todos integrantes da família Core de oitava geração, os cinco novos processadores trazem quatro núcleos e oito threads de processamento.  

O modelo mais notável entre os novos chips – que se diferenciam em velocidade do processadores, capacidades vPro, e se usam a Vega M GH ou a Vega M GL – é o Core i7-8809G. Esse processador, vazado na semana passada na web, foi o primeiro indicativo de que os novos chips da Intel realmente incluiriam núcleos Vega, da AMD. Também é o único dos cinco chips que destrava totalmente a CPU, GPU e HBM.

Além do Core i7-8809G, também temos outros quatro modelos: Core i7-8709G, Core i7-8706G, 3.1Core i7-8705G e Core i5-8305G. Todos compartilham um mesmo tamanho de cache (8MB), uma mesma GPU integrada da Intel (a Intel HD620), e dois canais de memória se conectando com a memória DDR4-2400. 

Infelizmente, os núcleos Core são provavelmente o elemento menos interessantes do novo design, uma vez que a Radeon RX Vega M é claramente a estrela do show. Vale notar, no entanto, que esses novos chips trazem, na verdade, duas GPUs: a GPU integrada Intel HD 630 pode processar vídeo e outras tarefas de vídeos menos pesadas, deixando a Vega M para quando é necessário mais poder.

“Essa é uma solução gráfica Radeon customizada construída para a Intel”, afirmou uma porta-voz da Intel por e-mail para a PC World dos EUA. 

Dell, HP e NUCs

Segundo a Intel, os novos chips serão usados inicialmente nas máquinas de duas empresas: Dell e HP. No entanto, os executivos da fabricantes não forneceram mais detalhes sobre o assunto. Mas como os chips estão sendo lançados na CES 2018, devemos ter novos anúncios sobre isso nos próximos dias. 

A Intel revelou algumas especificações de notebooks genéricos usando a Radeon RX Vega M. Vale destacar que o peso projetado, de cerca de 2kg, é um pouco algo para um computador no estilo ultrabook.

É possível presumir que os notebooks da Dell e HP com os chips serão celebrados pelas façanhas em Realidade Virtual, que também é a aplicação principal dos dois novos NUCs (Next Unit of Computing), da Intel, segundo o diretor de marketing desses produtos dentro da empresa, John Deatherage.

A Intel planeja lançar dois modelos do que chama de NUC “Hades Canyon”: o NUC8i7HVK e o NUC8i7HNK, baseados no Core i7-8809G e no Core i7-8705G, respectivamente. Os dois modelos contam com conexões Thunderbolt 3 e entradas HDMI nas partes frontal e traseira. “O processador e as placas gráficas serão mais do que você já teve no NUC também”, segundo Deatherage.

intelnuc2018_625.jpg

Os dois modelos começam a ser vendidos no final de março, com o NUC8i7HVK saindo por 999 dólares e o NUC8i7HNK por 799 dólares.