Empresa dos EUA causa polêmica ao implantar chips em funcionários

Da Redação
26 de julho de 2017 - 16h36
Localizada em Wisconsin, nos EUA, a Three Square Market espera que 50 funcionários sejam voluntários para o programa, que começa em 1º de agosto.

Uma empresa de Wisconsin, nos EUA, causou barulho aou anunciar que vai oferecer implantes de chips para os seus funcionários a partir do próximo dia 1º de agosto.

A Three Square Market, que desenvolve softwares usados em máquinas de venda de alimentos, espera que cerca de 50 dos funcionários topem implantar um chip na mão, entre o polegar e o indicador.

Para tanto, a companhia americana vai até pagar a taxa de 300 dólares de cada implante, que é rápido e indolor – a empresa diz que é a primeira nos EUA a oferecer um programa do tipo para os funcionários. 

Com esses microchips RFID (Radio Frequency ID), os voluntários do programa poderão realizar tarefas como abrir portas, fazer compras, armazenar informações médicas e compartilhar cartões de negócios, apenas acenando a mão com o implante.

“Eventualmente, essa tecnologia se tornará padrão, permitindo que você a use como seu passaporte, bilhete de transporte, em compras variadas, etc”, explica o CEO da companhia, Todd Westby. O executivo ainda destaca que os chips poderão ajudar a Three Square Market a testar e ampliar as tecnologias dos seus produtos.

Vale lembrar que uma empresa da Suécia chamada Epicenter iniciou um programa parecido com os seus funcionários no último mês de abril.