Quer investir em newsletters? Conheça a tecnologia por trás do Meio

Vitor Miranda da Conceição *
14/07/2017 - 09h10
Sistemas dedicados ajudam no monitoramento de conteúdo, um bot funciona como pauteiro e os posts têm formatos customizados no Wordpress

O Meio é uma startup jornalística que produz, de segunda a sexta-feira, uma newsletter gratuita que resume o que há de mais importante do dia. São as notícias importantes para quem não tem tempo de ler jornal — algo particularmente comum hoje em dia. E desde que começamos a discutir sobre o que seria o Meio já tínhamos uma certeza: somos uma empresa de tecnologia.

É a tecnologia que vai nos dar uma vantagem competitiva para nos posicionar como uma startup que busca inovar no jornalismo digital. É através da tecnologia que vamos conseguir aumentar a produtividade dos nossos jornalistas. É também através da tecnologia que vamos conhecer melhor nossos leitores e acompanhar no detalhe a performance de cada nota, cada link de cada edição que produzimos. Por isso nos ocupamos, desde antes do lançamento do Meio, em desenvolver e integrar uma série de tecnologias que nos ajudam no dia a dia. Como de tempos em tempos nos perguntam sobre nossa plataforma, resolvi fazer um resumo dos principais componentes que utilizamos.

Monitorando notícias
No centro está o Monitor, desenvolvido em Python, um software que segue e organiza informações de diferentes fontes e utiliza algoritmos para filtrar e hierarquizar as notícias, facilitando o trabalho de seleção de nossos jornalistas, aumentando sua produtividade.

Atualmente o sistema está monitorando mais de 400 feeds de sites de notícias, que foram manualmente escolhidos e organizados pela nossa equipe em listas temáticas alinhadas com as nossas editorias. O Monitor captura hoje mais de 3.000 artigos por dia e integra com o Facebook para avaliar quantos compartilhamentos cada artigo está recebendo, assim identificamos tendências de viralidade.

Para ter uma outra visão, o Monitor captura ainda, todo dia, cerca de 10 mil tweets de um painel de pouco mais de 1.200 perfis que identificamos como pessoas de referência (jornalistas, acadêmicos, políticos, economistas e especialistas em diversos segmentos). Uma série de algoritmos que estamos aperfeiçoando constantemente cruzam esses dados e nos apresentam os links de formas diferentes que nos ajudam a entender tendências além de facilitar o trabalho dos nossos editores que acompanham em um único lugar informações vindas série de fontes diferentes.

Um bot e uma redação virtual
A redação do Meio é virtual, o que é uma vantagem grande quando se pensa que parte importante do nosso trabalho é feito no final da noite e durante a madrugada. A redação funciona no Slack. É onde trocamos informações, nossos editores discutem pautas, texto das notas e até mesmo aquele bate papo descontraído que existe em toda redação. Nosso Slack está integrado com o Monitor através de um bot que desenvolvemos, o Pauteiro. Cada vez que alguém da equipe marca um link como interessante, o Pauteiro envia uma mensagem. Assim, mesmo que fora do computador, ficamos todos sabendo o que está sendo lido pela nossa equipe e o que tem potencial de entrar na edição do dia seguinte. O Pauteiro ainda cria todo dia às 16h o esqueleto da edição do dia seguinte e obviamente avisa que ela está pronta para começar a ser recheada.

Gestão do site e envio da newsletter
Usamos WordPress para gerenciar o site do Meio, uma versão bastante customizada para nossas necessidades. Criamos tipos customizados de posts para nossas notas e edições, e temos uma interface que permite ir escrevendo notas e alterando a ordem delas dentro das editorias, assim como podemos mudar para cima e para baixo as editorias em cada edição. O sistema calcula ainda, em tempo real, a estimativa de tempo de leitura da edição para mantermos ela dentro do nosso alvo de entre 5 e 8 minutos.

Temos ainda, no WordPress, um painel de controle que mostra todos os principais KPIs e dados que acompanhamos: quantos assinantes temos, quantos novos entraram no dia, qual a taxa de abertura das últimas edições, quais notas estão sendo mais clicadas, o que está sendo compartilhado nas redes sociais e os resultados de todos os testes A/B que rodamos no site.

O WordPress também está integrado com o Sendy, a ferramenta que usamos para enviar a newsletter. O Sendy funciona em conjunto com o Amazon SES, serviço de envio de e-mails do AWS. Quando terminam de fechar a edição do dia, um dos nossos editores clica no botão publicar, a edição entra no ar em nosso site, e é enviada para o Sendy começar a disparar os e-mails para os assinantes.

Mas isso é apenas o começo
Estes são os principais componentes de tecnologia que já estão funcionando por trás do Meio. Estamos constantemente desenvolvendo mais, pois temos uma visão de longo prazo de onde queremos chegar com essa plataforma. O objetivo, inclusive, é oferecer parte dessas ferramentas para uso direto dos leitores. Vai ser uma viagem divertida.

Se você ainda não recebe o Meio, te convido a se tornar um assinante, o cadastro é gratuito.

 

(*) Vitor Miranda da Conceição é fundador e CEO do Meio