Tesla vai instalar o maior sistema de baterias do mundo na Austrália

Da Redação
07/07/2017 - 17h19
Companhia de Elon Musk venceu licitação em estado australiano que passou por recentes apagões. Empresa tem prazo de cem dias para entregar instalação

A Tesla foi selecionada pela Austrália Meridional para instalar o que a companhia chama de "a maior bateria de íons de lítio do mundo" ligada à rede elétrica. 

O CEO Elon Musk venceu dezenas de outras propostas que competiam pela construção da bateria que será usada como reserva emergencial em casos de apagão.  

Todo o estado da Austrália Meridional foi atingido por um apagão em setembro após uma série de tempestades. Em fevereiro deste ano, outro apagão foi desencadeado devido a altas temperaturas. Isso levou o governo australiano a buscar uma alternativa em energia sustentável que pudesse entrar em ação quando necessário. 

Sob o acordo, a Tesla deverá entregar a bateria de 100-MW dentro de cem dias após a assinatura do contrato. Caso falhe no prazo, a empresa deverá entregar o produto de graça.  

À imprensa local, Musk ressaltou que se tratava de um prazo apertado, mas que seria cumprido: "Haverá muitas pessoas que vão olhar e dizer 'Eles conseguiram fazer isso em cem dias? Funcionou? Vamos garantir que sim".  O projeto, segundo o executivo, foi orçado em cerca de 50 milhões de dólares.

A bateria gigante é projetada para iluminar 30 mil casas se houver um apagão. Ela será construída em um parque eólico operado pela francesa Neoen. Segundo informações da Reuters, partes deste parque ainda estão em construção.

Trata-se, até então, do maior projeto de armazenagem de bateria no mundo, superando uma instalação de 80 MW/hora na Califórnia, que também usa baterias da Tesla.