Embratel anuncia nova solução de distribuição de vídeo pela Internet

Da Redação
07 de junho de 2017 - 13h06
Empresa vai disputar espaço no mercado de distribuição de conteúdo digital com solução escalável que suporta modelo de pagamento por demanda.

A Embratel lança esta semana a solução Cloud Video Delivery (CVD), desenvolvida como uma Rede de Distribuição de Conteúdo (Content Delivery Network - CDN) exclusiva para a distribuição de vídeos na Internet. O novo produto tem como clientes potenciais empresas do segmento de comunicação (TVs, portais de Internet, provedores de vídeo on-demand), educação (instituições de ensino à distância) e provedores de serviços de streaming, que necessitam de uma solução escalável e com pagamento sob demanda.

“Estamos disponibilizando a tecnologia Content Delivery Network para empresas que desejam uma solução exclusiva para distribuição de seus vídeos de forma regional. Por termos a visibilidade de rede fim a fim, contamos com pontos de distribuição posicionados estrategicamente nas áreas onde se concentra 97,6% do tráfego de internet nacional”, diz Mário Rachid, Diretor Executivo de Soluções Digitais da Embratel.

Ao todo, são dezenove pontos de distribuição posicionados nos locais de maior tráfego de Internet no Brasil, com capacidade superior a 800 Gbps para suportar grandes volumes de acessos simultâneos. Réplicas dos vídeos são mantidas em diferentes servidores distribuídos geograficamente para garantir melhor performance na entrega, graças à redução do caminho percorrido entre o usuário e o vídeo na rede. Isso possibilita a melhor logística de distribuição de conteúdo e, consequentemente, a melhor experiência de visualização de vídeos ao usuário final.

O NOW, serviço de vídeo sob demanda da NET e Claro HDTV, empresas do grupo, já utiliza a tecnologia para propagação de seus conteúdos com alta qualidade para milhões de usuários. Estimativas indicam que, no Brasil, 42% da população (85 milhões de pessoas) têm o hábito de assistir vídeos na Internet. Esse percentual já supera a audiência da TV por Assinatura, de 37%, e ainda fica atrás da TV aberta. Em 2020, o tráfego total de vídeo na Internet representará 79% de todo o tráfego da Internet, contra 63% em 2015.

Com a solução Cloud Video Delivery (www.embratel.com.br/cloudvideodelivery) é possível otimizar o consumo de recursos de servidores e banda internet no Data Center de origem, reduzindo significantemente os gastos em infraestrutura de TI, já que o tráfego é descentralizado para os pontos de presença distribuídos. A rede CVD é exclusiva para a distribuição de vídeos, eliminando a concorrência com outros conteúdos como downloads massivos de softwares, programas, páginas web, entre outros.

Segundo Mário Rachid, a melhor experiência dos usuários, obtida por meio da distribuição dos vídeos via CVD, impacta diretamente no aumento do interesse, tempo de visualização e cliques no conteúdo. “Os usuários de hoje não toleram uma experiência ruim ao assistir um vídeo online e logo os abandonam, gerando perda significativa de tráfego e, consequentemente, receita para o provedor de conteúdo”.

Para mais informações, acesse: www.embratel.com.br/cloudvideodelivery