Microsoft cortará serviços corporativos de usuários do pacote Office

PC World / EUA
20/04/2017 - 18h08
Mudança passa a valer a partir de outubro de 2020 e irá afetar especificamente o OneDrive for Business e o Skype for Business.

Quando a Microsoft lançou o Office 365 em 2010, os seus executivos diziam então que os usuários estavam pedindo para ir para a nuvem. A partir de 2020, alguns usuários Office precisarão comprar o Office 365 para fazer isso.

Em uma nova atualização dos requisitos de sistema do Office 365, liberada nesta semana, a Microsoft afirma que os usuários que já tiverem comprado versões “perpétuas” (separadas) do Office, como o Office 2010, Office 2013 e Office 2016, terão cortado o acesso às versões corporativas do OneDrive e do Skype após o fim do suporte principal.

Essas pessoas que compraram os pacotes Office poderão se conectar a esses serviços citados acima até 13 de outubro de 2020, justamente a data em que será encerrado o suporte principal para o 2016, e o dia em que a nova política de suporte passa a vigorar.

O efeito sobre você

Pelo menos no nosso escritório, a maioria dos usuários costuma preferir usar suas próprias contas pessoais do Skype. É muito possível que, mesmo que você tenha acesso ao OneDrive e Skype for Business, nem as esteja usando.  

No entanto, os donos de pequenas empresas que compraram a visão da Microsoft para as suas companhias por meio de uma versão separada do Office irão se sentir jogados de lado. 

É tudo um pouco confuso, uma vez que o Skype e o OneDrive, na verdade, estão embutidos no Windows 10. Pela nova política, os usuários poderão acessar as versões para consumidores finais do Skype e do OneDrive que são conectadas ao Windows 10, mas a Microsoft irá bloquear o acesso às versões corporativas desses serviços (OneDrive for Business e Skype for Business).