Yahoo vai mudar de nome para Altaba após venda para Verizon

Da Redação e PC World / EUA
10/01/2017 - 09h51
Negócio de US$4,8 bilhões também prevê a saída da CEO Marissa Mayer e do cofundador David Filo.

O Yahoo pretende mudar seu nome para Altaba uma vez que a venda para a operadora americana Verizon for completada. A CEO Marissa Mayer (foto abaixo) e o cofundador David Filo também deixarão a companhia, informou o Yahoo em um documento regulatório publicado nesta segunda-feira, 9/1.

Todas essas mudanças fazem parte de um acordo assinado em julho de 2016 sobre a venda do Yahoo para a Verizon por cerca de 4,8 bilhões de dólares.

marissamayerces_435.jpg

Uma vez que o negócio for completado, o Yahoo vai tornar-se uma empresa de investimentos e a sua junta de diretores será reduzida de 11 para 5 pessoas: Tor Braham, Eric Brandt, Catherine Friedman, Thomas McInerney e Jeffrey Smith.

Os principais títulos da Altaba serão pedaços da gigante chinesa de e-commerce Alibaba (15%) e do portal japonês de Internet chamado Yahoo Japan (35,5%).

O negócio do Yahoo com a Verizon ficou sob uma nuvem desde que foram revelados dois grandes vazamentos de dados do Yahoo nos últimos meses. O mais recente foi revelado em dezembro de 2016, mas aconteceu três anos antes e envolveu o roubo de dados de nada menos do que 1 bilhão de usuários, o que o torna o maior vazamento de dados na história da Internet.

Marca continua 

No entanto, vale notar que é muito provável que os serviços do Yahoo na web, como sua ferramenta de buscas, plataforma de blogs e página inicial, continuem no ar e com o nome e a marca Yahoo - assim como aconteceu com a marca Moto após a Motorola ser comprada pela Lenovo, por exemplo.