LinkedIn lança recurso para ajudar profissionais freelancers

Da Redação
24 de agosto de 2016 - 16h37
Rede social corporativa apresentou o ProFinder, ferramenta desenhada para trabalhadores independentes encontrarem trabalhos.

O mercado de trabalho freelancer norte-americano encontra-se em expansão e o LinkedIn dá indícios de que não quer perder esse filão. A rede social corporativa apresentou o ProFinder, uma nova ferramenta desenhada para trabalhadores independentes procurarem trabalho.

Liberado nessa quarta-feira (24/08) nos Estados Unidos, o “marketplace” chega com a missão de conectar serviços oferecidos por freelancers a consumidores ou pequenas empresas, e vice-versa.

“A economia freelancer está crescendo”, resumiu Vaibhav Goel, gerente de produtos do LinkedIn, em um blog, citando que o número de pessoas com esse perfil na rede social aumentou aproximadamente 50% nos últimos cinco anos. “À medida que a força de trabalho evolui, nós também evoluímos”, acrescentou.

Pela plataforma, depois que a empresa submete o anúncio em busca de um freelancer, o LinkedIn envia a oferta a uma lista com os “profissionais mais qualificados” para aquele projeto.

A rede social afirma que o ProFinder não irá competir com outros marketplaces que oferecem serviços semelhantes. A ideia é conectar as companhias com profissionais que atuam em projetos corporativos, definido pela companhia como “white-collar freelance professionals”.

O sistema, que foi lançado como piloto em outubro de 2015, inicialmente agrupa mais de 140 áreas de trabalho, como design, redação e edição de textos, contabilidade, corretor imobiliário e aconselhamento de carreira. Lançado oficialmente agora, a ferramenta encontra-se disponível (por enquanto) apenas para usuários dos Estados Unidos.