Intel investe US$ 125 mi em startups comandadas por mulheres e minorias

Agam Shah, IDG News Service
09/06/2015 - 17h53
Programa tem como objetivo aumentar a diversidade na área de TI. Quatro startups já foram selecionadas para primeira rodada de investimento.

Para encorajar a diversidade na área de TI, a Intel Capital criou um programa de investimento de US$ 125 milhões que tem como alvo startups comandadas por mulheres e outras minorias. 

No caso, a Intel já selecionou quatro companhias - todas elas com força de trabalho diversificadas - para uma primeira rodada de investimento no total de US$ 16.7 milhões. 

Segundo o CEO da Intel Brian Krzanich, a Intel Capital conta com um pipeline de empresas que busca financiar. Durante webcast nesta terça-feira, o executivo comentou sobre os seus planos do programa de investimento tornar mais fácil e acessível para mulheres e minorias. A Intel também estabeleceu um conselho com altos funcionários da própria companhia para ajudar na tomada de decisões de financiamento.

Fato é que uma pequena porção das companhias em TI são fundadas por mulheres e outras minorias, e a Intel Capital pretende prover financiamento e conexões para ajudar essas empresas jovens a fortalecerem seus negócios, disse Lisa Lambert, vice presidente da Intel Capital.

A companhia pode estar cumprindo suas obrigações sociais, mas o fundo não se trata de um programa social, disse Lambert. Segundo ela, os investimentos serão destinados a companhias de alto padrão cujo produtos se alinham com os objetivos da gigante de TI e cujos resultados sejam 'excelentes', completou a executiva.

As primeiras quatro companhias são a Brit+Co, que vende equipamentos em hardware e fornece guias para makers, pessoas habituadas ao movimento "Faça Você Mesmo"; a CareCloud, que fornece serviços de documentação de cuidados de saúde baseados em nuvem; Mark One, que criou uma espécie de "xícara inteligente" que reconhece a bebida e seu conteúdo nutricional; e a Venafi, empresa de segurança que fornece ferramentas para avaliar, corrigir bloco de senhas e certificados.

Desde 1991, a Intel Capital investiu US$ 11.4 bilhões em 400 empresas ao redor do mundo. É um padrão a Intel investir em companhias que possam ajudar no aumento da venda de seus produtos ou ainda que ajudem no desenvolvimento de novas tecnologias.

Por exemplo, em maio a Intel Capital assumiu participação no Digital Specialty Chemicals, que pode ajudar no desenvolvimento de materiais de silício-de reposição para seus futuros chips.

A Intel tem tomado alguns passos para atingir seus objetivos em diversidade. Neste ano, ela aumentou a contratação de mulheres e outras minorias. A empresa também tem trabalhado com o Oakland Unified School District para desenvolver o STEM (sigla em inglês para ciência, tecnologia, engenharia e matemática) programa de educação que pode levar a estágios e empregos dentro da Intel.