Artigo: As oportunidades no mercado de TI

Marcos Sakamoto *
19/01/2015 - 07h16
Fique atento e prepare-se para atuar em um setor que não para de crescer

A área de tecnologia da informação é uma das maiores geradoras de vagas no mercado de trabalho no Brasil e em vários outros países. Com a disseminação do uso da tecnologia em todos os setores, principalmente no mercado de aplicativos, falta mão de obra qualificada e especializada.

Segundo estudo da Softex, em 2012 já havia um déficit de 50 mil profissionais no Brasil, número que deve superar a marca de 400 mil até o ano de 2022. Hoje, o que vemos, são empresas que demoram até 70 dias para preencherem suas vagas, tempo que pode gerar um significativo impacto na operação de uma empresa.

Com um cenário tão favorável e em pleno crescimento, o setor de TI pode ser uma boa opção para quem está planejando mudar de área de atuação em 2015 ou nos próximos anos.

Vale lembrar que em 2013 o mercado de TI cresceu 15% no País, percentual que ficou bem acima da média mundial, que foi de 4,8%. O bom desempenho fez o Brasil ocupar a sétima posição no ranking mundial dos que mais cresceram. Convertendo essa evolução em investimentos, significa US$ 61,6 bilhões. Desse total, US$ 25 bilhões foram investidos na área de aplicativos.

Para quem deseja atuar na área e não sabe por onde começar, recente pesquisa do site de busca de empregos Adzuna aponta que do total de vagas disponíveis para esses profissionais, 32% estão na cidade de São Paulo, que concentra o maior número de oportunidades. No Rio de Janeiro estão 9,77% das vagas e, na sequência, estão Porto Alegre (6,23%), Curitiba (4,78) e Belo Horizonte (3,66%).

Já os cargos que apresentam a maior demanda são: Analista de Sistemas, de Programação, de Suporte Técnico, de Processos, Técnico de Telecomunicações, Analista de Rede, Gerente de Projetos, Administrador de Redes, Webmaster e Técnico de Hardware.

E, para quem pensa que este mercado só tem espaço para jovens e profissionais altamente especializados, saiba que essa não é a realidade. É certo que jovens da geração Y, que já nasceram na era da Internet e celulares, se adaptam mais rapidamente às inovações tecnológicas, mas há boas oportunidades para diferentes faixas etárias e especializações.

Se você se interessa por TI, o primeiro passo é buscar informações sobre a área que deseja atuar e qual a qualificação necessária para disputar uma vaga. Em várias áreas basta uma especialização ou mesmo um curso técnico para qualificar o candidato. Em outras, é preciso uma reciclagem para conhecer as novas versões de sistemas ou atualizações de programas.

Outra característica da área de tecnologia da informação é a chance de desenvolvimento profissional, já que para reter seus talentos empresas estão dispostas a investir na qualificação de seus colaboradores e assim prepará-los para assumir novas funções.

Não bastasse tudo isso, é uma das áreas mais ricas em oportunidades para empreendedores! Fique atento e prepare-se para atuar em um setor que não para de crescer.

(*) Marcos Sakamoto é ex-presidente da Assespro-SP