Québec, no Canadá, procura profissionais de TI no Brasil para imigrar

Da Redação
15 de setembro de 2014 - 12h27
Como está seu francês? A província de Quebec, dona do segundo maior PIB do Canadá, está interessada em profissionais com diploma técnico ou superior em TI e Computação

Profissionais com diploma técnico ou superior em Tecnologia da Informação (TI) e Engenharia da Computação encontram promissoras perspectivas de trabalho no Québec, principal província de língua francesa da América do Norte e dona do segundo maior PIB do Canadá. E a província está abrindo suas portas para quem quer imigrar.

O bom momento econômico das regiões do Québec oferece novas perspectivas de emprego. O recrutamento internacional é um meio estratégico para as empresas manterem-se competitivas em áreas de alta tecnologia, onde a concorrência é agressiva. 

O setor de TIC é considerado estratégico no mercado de trabalho local, com remuneração anual em torno de 86 mil dólares canadenses (aproximadamente R$ 177,44 mil) para gerentes de sistemas em informática, 69 mil dólares canadenses (cerca de R$ 142,36 mil) para analistas de informática e 52 mil dólares canadenses (em torno de R$ 107,29 mil), para técnicos de informática. 

É possível encontrar vagas em pesquisa, desenvolvimento e implementação de projetos em empresas de consultoria, além de opções de trabalho para diversas funções em mais de 7.100 empresas, dentre as quais cerca de 100 multinacionais. As jornadas de trabalho são de 40 horas semanais em média, dependendo da empresa contratante.

Processo de seleção

Os requisitos para imigrar e obter o visto de residente permanente incluem a formação de nível técnico, tecnólogo ou universitário, desejável experiência profissional, domínio ou interesse em aprender o francês (idioma oficial do Québec) e, preferencialmente, ter até 38 anos de idade. “O governo não garante emprego, mas disponibiliza ferramentas que facilitarão a integração do imigrante e seus familiares, inclusive com aulas gratuitas de aperfeiçoamento da língua francesa”, explica Perla Haro Ruiz, assessora em promoção do Escritório de Imigração do Québec. 

Após ser aceito no processo de seleção do governo do Québec, o imigrante pode continuar o aprendizado de francês nas unidades da Aliança Francesa parceiras e no Senac, em São Paulo, e obter um reembolso de até 1.500 dólares canadenses (cerca de R$ 3.100). Para mais detalhes sobre o mercado de trabalho na área, clique aqui.

Os critérios de seleção para conceder os vistos e as características sobre o mercado de trabalho no Canadá estão sendo apresentados em palestras em São Paulo, Florianópolis, Porto Alegre, Brasília, Belo Horizonte e Rio de Janeiro. As apresentações ocorrem em setembro e as inscrições gratuitas podem ser feitas pelo site www.imigracao-quebec.ca/palestra. A confirmação e dados sobre o local do evento são enviados por e-mail. As palestras também podem ser assistidas online.