Vista, virtualização e SOA: confira tendências em software para 2007

Elizabeth Montalbano, para o IDG Now!*
07/12/2006 - 09h43
Nova York - Durante 2007, setor deverá ver ascensão de software como serviço, virtualização, SOA e as chegadas do Windos Vista e Office 2007.

Muitas das tendências de software que surpreenderam a indústria em 2006 se tornarão mais freqüentes em 2007, mas tantas outras aparecerão de surpresa como desafiantes no mercado do próximo ano. Abaixo, o IDG Now! separou algumas tendências para se prestar atenção em softwares em 2007.

Mais uma vez, Windows Vista
Logo quando você achou que tinha acabado, a febre ao redor do novo e atrasado sistema operacional da Microsoft apenas começou. O próximo ano será crucial para o Windows Vista, que finalmente fará sua estréia para o mercado de consumo no final de janeiro.

A Microsoft, seus parceiros de hardware e software e Wall Street ficarão atentos à adoção do Vista para avaliar se valeu a pena esperar ou não. 

Mais sobre o Vista:
>Especial: tudo sobre o Vista
>Conheça a história do Windows
>Saiba quais são os recursos do Vista

O ano de 2007 também poderá ser o que o sistema rival Mac OS, da Apple, ganhará mais apelo de massa entre usuários que no passado comprariam apenas um PC com Windows, dando ao Vista seu primeiro competidor real em décadas. A competição pode ser atribuída a dois fatores.

Primeiro porque a Apple agora oferece micros com processadores Intel que são mais baratos que os modelos anteriores, tornando-se em opção para o usuário médio de computador.

Segundo, porque mais consumidores parecem estar percebendo que o Mac OS é - e sempre foi - mais avançado, atraente e divertido para usar que o Windows.

Software como serviço
Enquanto o Google e o SalesForce.com continuarão a ser sucessos financeiros, outras companhias começarão a distribuir software que era tradicionalmente vendido em pacotes para clientes pela internet.

A Microsoft poderá entrar em pouco tempo no grupo, e já está construindo seu negócio de serviço online sob a direção do chief software architect, Ray Ozzie.

Além disto, muitos acreditam que o Vista será a última versão do Windows vendida em caixas assim que a Microsoft começar a oferecer novas versões do sistema pela rede.

Preste atenção menos em softwares em caixas e mais em ofertas de SAAS (do inglês, software como serviço) de empresas mais tradicionais em 2007, incluindo Oracle e SAP.

Virtualização
Empresas continuarão a adotar o software, que permite que mais de um sistema operacional rode lado a lado em um único servidor.

Quase todos os fabricantes de hardware e software - de IBM a Intel e de Microsoft a VMWare - conta têm um interesse velado em virtualização, e espera que seu uso se torne mais comum no ambiente corporativo.

No entanto, na medida em que isto ocorre, a virtualização - junto com tecnologias relacionadas que contêm múltiplos processadores - mudará o jeito como software e hardware são cobrados, preparando o mercado para um novo modelo de preços.

Business intelligence (BI)
Dar às empresas visão mais ampla sobre os fatores que afetam seus negócios está se tornando um foco cada vez maior para companhias de software, o que torna o business intelligence um setor crescente.

Com a Microsoft construindo aos poucos seu portfólio na área, empresas do setor, como Cognos e Business Objects, estão temendo que suas parcerias com a gigante sejam canibalizadas.

Infelizmente, as pequenas devem estar certas e, até o final de 2007, o cenário competitivo em BI se mostrará diferente do que é hoje.

Produtividade com Office
O Windows vista não será o único grande pacote de software da Microsoft que chegará ao mercado em 2007 - uma versão nova e melhorada do Office é esperada também no final de janeiro.

Mas como a Microsoft reposicionou seu software como uma ferramenta de colaboração e de BI, preste atenção em competidores online do Google e outros para ver se o Office perderá ou não participação de mercado.

A nova aliança entre Microsoft e Novell também será um fator decisivo na disputa, já que a Novell planeja oferecer suporte para o formato de documentos do Office em sua versão do pacote OpenOffice até o final de janeiro.

Isto permitirá que usuários do OpenOffice acessem melhor arquivos criados pelo software da Microsoft, fazendo do principal rival do Office uma opção mais viável para adoção em massa.

Service-oriented architectures (SOAs)

O SOA vem figurando nas "listas de tendências a serem observadas" pelos últimos anos. Ainda assim, a arquitetura de TI, baseada na idéia de ligar aplicações independentes como serviços em uma rede para criar aplicações customizadas, está ainda no começo da adoção.

Para 2007, espere que companhias continuem a temer a adoção de projetos de SOA para solucionar necessidades específicas nos negócios, e espera que companhias como IBM, SAP, BEA Systems e Microsoft continuem a alegar que seus softwares são os melhores do mercado para serem usados debaixo da infra-estrutura destes projetos.

Elizabeth Montalbano é editora do IDG News Service, em Nova York.