Apple tem mais falhas de segurança que Microsoft e Google, diz estudo

PC World / EUA
20 de abril de 2012 - 11h00
Trend Micro apontou que, no primeiro trimestre do ano, o número de vulnerabilidades no sistema da companhia de Cupertino disparou.

A Apple liderou o ranking entre as grandes empresas de tecnologia com mais vulnerabilidades em seus sistema operacional durante os três primeiros meses de 2012, de acordo com um relatório emitido pela Trend Micro. A companhia de Cupertino foi responsável por 91 vulnerabilidades durate o período, o maior entre as 10 maiores indústrias do ramo, de acordo com o documento (que pode ser visto aqui). 

Logo em seguida, o ranking foi formado pela Oracle (78 vulnerabilidades), Google (73), Microsoft (43), IBM (42), Cisco (36), Mozilla (30), MySQL (28), Adobe (27) e Apache (24). Além disso, a Trend Micro informou que, em março, a fabricante do iPhone emitiu um número recorde de pacotes de correção para seu navegador Safari. No ano anterior, março também foi um período de grande liberação de correções, com a Apple eliminando 93 vulnerabilidades, um terço destas consideradas críticas nos sistemas operacionais Leopard e Snow Leopard. 

Neste mesmo trimestre, a Trend Micro afirmou também que foram descobertos mais de 5 mil aplicativos maliciosos para Android. “Com o aumento do uso de smartphones e do acesso à Internet, além da enorme base de usuários Android, o aumento nos ataques que têm como alvo a plataforma não surpreende” explica o documento. 

Nos últimos dias, os usuários de Mac têm se assustado com o surgimento de novos malwares para o sistema, principalmente com o famoso Flashback, que chegou a infectar mais de 600 mil máquinas (2 mil delas apenas no Brasil). Depois que a Apple emitiu atualizações de segurança e com o surgimento de ferramentas que conseguiam remover o trojan, o número de infecções caiu para menos de 100 mil máquinas.