Apple deixa de vender iPhone 7 e 8 na Alemanha após vitória da Qualcomm

Da Redação
04 de janeiro de 2019 - 15h30
Aparelhos já saíram das lojas da empresa no país europeu, mas ainda não se sabe se o mesmo acontecerá em revendas e operadoras.

A Apple interrompeu as vendas do iPhone 7 e do iPhone 8 das suas lojas físicas e on-line na Alemanha após uma decisão da justiça local favorável à Qualcomm, que acusa a empresa de Cupertino de violar suas patentes. As informações são do The Verge e do TechCrunch.

A decisão da Corte de Munique em favor da Qualcomm foi publicada originalmente em 20 de dezembro, mas a fabricante de chips e modems precisava depositar 1,34 bilhão de euros como forma de garantia para que entrasse em vigor, o que aconteceu nesta semana, conforme a empresa anunciou em seu site

Na loja on-line da Apple na Alemanha, esses modelos mais antigos do iPhone não aparecem mais à venda, com os mais recentes XR, XS e XS Max sendo os únicos listados na página. A Apple já afirmou anteriormente que irá recorrer da decisão.

Ainda não se sabe se a decisão também afetará as vendas dos iPhones 7 e 8 em lojas terceirizadas e operadoras no país europeu. Enquanto a Qualcomm aponta que o tribunal determinou a retirada dos aparelhos de revendas, a Apple afirmou em dezembro que os celulares continuariam disponíveis em revendas e operadoras.

Vale notar que esse é apenas mais um capítulo da longa e ampla disputa judicial entre Apple e Qualcomm ao redor do mundo. Em dezembro, por exemplo, a Qualcomm conseguiu, via liminar, a proibição da venda de diversos modelos do iPhone na China.