Com Samsung e China em baixa, vendas de smartphones caem pelo mundo

Da Redação
05 de novembro de 2018 - 14h00
Segundo a consultoria IDC, foram comercializadas 355,2 milhões de unidades no terceiro trimestre, número 6% menor do que o registrado no ano passado.

As vendas globais de smartphones caíram 6% no terceiro trimestre de 2018, quando foram comercializadas 355,2 milhões unidades, conforme informações da IDC. De acordo com a consultoria, essa é o quarto trimestre consecutivo em que o segmento de celulares inteligentes registra uma queda nas vendas em comparações ano a ano.

Apesar de ainda manter a liderança na área, a Samsung teve um terceiro trimestre “muito desafiador”, segundo a IDC. Isso porque a fabricante sul-coreana comercializou 72,2 milhões de unidades nesses meses, número 13,4% menor em relação ao mesmo período do ano passado.

Também chama a atenção o fato de a chinesa Huawei ter aparecido na segunda colocação no ranking pelo segundo trimestre consecutivo, com 52 milhões de unidades vendidas e 14,6% de participação, à frente da Apple. 

No entanto, a consultoria afirmou que a empresa de Cupertino pode superar tanto a Huawei quanto a Samsung no final do ano. “Apesar de a Huawei poder ter superado a Apple no Q3, o trimestre das festas de final de ano pode ter a Apple como líder do mercado graças ao lançamento de três novos aparelhos sem bordas”, afirmou a IDC, em referências aos novos iPhones, revelados em setembro.

Além disso tudo, o maior mercado de smartphones no mundo, a China, registrou queda pelo sexto trimestre consecutivo. O resultado chama ainda mais a atenção após o primeiro semestre em baixa, com vendas 11% menores em relação ao mesmo período do ano passado. A consultoria espera que o país volte a apresentar estabilidade no setor em 2019. 

Previsões

Por fim, vale destacar que a IDC manteve as suas previsões anteriores de que o setor de smartphones voltará a crescer em 2019. No entanto, a companhia ainda não soube especificar qual será o percentual de crescimento no próximo ano.