iPhone XS e XS Max dos EUA podem não funcionar bem com o 4G no Brasil

Da Redação
13/09/2018 - 15h30
Pensando em comprar um novo iPhone nos EUA? Melhor ficar atento, novos modelos são incompatíveis com a banda 28 do 4G de 700 MHz

A Apple apresentou nessa quarta-feira (12) a nova geração do iPhone. Todos os aparelhos são alimentados com o novo processador A12 Bionic, prometem mais velocidade, maior capacidade de armazenamento, câmeras mais inteligentes, além de telas com bordas infinitas. Entretanto, se você cogitou a possibilidade de comprar um novo iPhone nos Estados Unidos, talvez você possa se frustrar ao trazê-lo para usar no Brasil. Isso porque, como observado inicialmente pelo Tecnoblog, os novos iPhone XS e XS Max que serão vendidos nos Estados Unidos, Canadá, Porto Rico e Ilhas Virgens Americanas, podem ser incompatíveis com parte da rede 4G do Brasil oferecidas pela Vivo, Tim e Claro

No caso a incompatibilidade diz respeito ao 4G de 700 MHz, que deve atrapalhar o funcionamento dos dois aparelhos importados para algumas regiões do País. Vale lembrar que a Oi e Nextel não utilizam ainda essa frequência, não oferecendo diferença aqui para seus clientes. Nos países citados, a Apple comercializará os modelos A1920 para o iPhone XS e o A1921 para o iPhone XS Max. A questão aqui é que nenhuma das variantes informadas no site da Apple para as frequências compatíveis é capaz de acessar a banda 28 - também conhecida como APT - usada no Brasil. Esta mesma banda foi adotada apenas por países na Europa e Ásia, por ser mais eficiente quando comparada aos outros espectros usados na América do Norte.  Caso deseje comprar um aparelho da Apple no exterior, a recomendação é que o faça em um desses continentes.

iphonexs-banda

Por que isso importa

Os novos modelos do iPhone comprados nos EUA continuarão funcionado mesmo com essa incompatibilidade, já que eles serão capazes de se conectar às redes 2G e 3G e ainda no 4G nas bandas 1 (2.100 MHz), 3 (1.800 MHz), e 7 (2.600 MHz), presentes em diversas cidades brasileiras. Porém, comprando um deles na mesma cidade natal da Apple, você poderá enfrentar cobertura pior do que outros aparelhos. O inconveniente é que o 4G de 700 MHz na banda 28 tem um alcance maior, especialmente em áreas cobertas. Há ainda cidades do interior onde as operadoras implementaram o 4G apenas na frequência de 700 MHz. 

Quanto ao iPhone XR, que é a versão mais "econômica" entre os novos iPhones, só será vendido a partir do dia 26 de outubro. A Apple ainda não detalhou as bandas LTE para o modelo.

Atualização 

Em comunicado enviado ao IDG Now!, a Anatel esclarece que "um aparelho adquirido no exterior pode não ser totalmente compatível com as redes de telecomunicações das operadoras nacionais, o que pode limitar ou até mesmo inviabilizar a utilização do equipamento no Brasil". 
 
A agência explica que o fato de um aparelho estar homologado no Brasil não garante o funcionamento de produto de mesma marca e modelo adquirido no exterior. "O produto comprado no exterior poderá ter características técnicas que o diferem do modelo homologado no Brasil, especialmente com relação às faixas de frequências utilizadas nas redes das operadoras de telefonia móvel".
  
"Especificamente em relação ao caso questionado, a canalização da faixa de 700 MHz adotada no Brasil foi definida pela Resolução nº 625/2013. Tal canalização é internacionalmente conhecida como “banda 28 do 3GPP” ou “arranjo APT (Ásia-Pacífico)”. Caso o equipamento em questão não suporte essa canalização, não será possível utilizá-la", informou a Anatel.