5 destinos internacionais mais baratos que os novos iPhones

Da Redação
14 de setembro de 2018 - 08h00
Lista elaborada pelo app Voopter compara o valor referente ao investimento nos iPhones ao valor das passagens aéreas para destinos, de Miami a Dubai

Se você tivesse que escolher entre viajar ou ter um celular de última geração, o que você escolheria? Bem, a Apple anunciou nesta semana seus três novos iPhones: iPhone XR, iPhone XS e iPhone XS Max, que serão vendidos nos Estados Unidos com valores a partir de US$ 749 (cerca de R$ 3.108) para o iPhone XR, US$ 999 para o iPhone XS (cerca de R$ 4.145) e chegam a US$ 1.099 (R$ 4.560) pela edição Max. Vale lembrar que esses valores refletem a cotação atual do dólar e não incluem taxas como impostos.

Segundo a empresa, os telefones desembarcam no Brasil até o fim do ano, e os preços de venda por aqui ainda não foram divulgados. Levando em consideração as versões anteriores, estima-se que os valores sejam ainda mais altos. Sites especializados já falam em quantias entre R$ 5.520 para o modelo mais simples, até R$ 10.150 para o mais completo. 

Se você é desses que já está ansioso aguardando o lançamento dos três aparelhos por aqui e pensando em quebrar o cofrinho para garantir o seu novo iPhone, vale colocar na balança o que poderia fazer com o mesmo valor. 

Pensando nisso, o Voopter, aplicativo brasileiro de comparação de preço de passagens aéreas e promoções, listou alguns destinos que custam menos do que um iPhone. E o melhor, ainda é possível aliar as duas coisas. Viajando para algumas cidades norte-americanas, você consegue aproveitar os atrativos turísticos de cada destino e ainda trazer um iPhone com você. Mas há um porém, como ressaltamos aqui nesta matéria - iPhones comprados nos Estados Unidos podem não funcionar muito bem com o 4G que temos aqui no Brasil.

1 – Miami – Passagens aéreas custam em média R$ 1.828

A conta é simples. Se os preços estimados para a vendas dos novos iPhones no Brasil se confirmarem, então vale mais a pena viajar até os Estados Unidos, curtir um pouco todas as atrações que Miami tem a oferecer e ainda voltar com o novo aparelho da Apple na mala. Serão em média R$ 1.828 de passagens aéreas e, em alguns casos, até menos (partindo de Fortaleza os valores começam em R$ 1.417), mais os R$ 3.108 do iPhone XR no câmbio de hoje. Isso totalizaria R$ 4.936, menos que os possíveis R$ 5.520 que podem ser cobrados por aqui.

2 - Joanesburgo - Passagens aéreas custam em média R$ 2.300

Atravessar o Atlântico e pousar no continente africano é uma opção de viagem que dá para fazer se você substituir o investimento no novo celular da Apple por um roteiro na África do Sul, com direito a safáris e praias maravilhosas. Em Joanesburgo, as atrações são muitas, incluindo o Museu do Apartheid. Vale também uma visita ao Lion Park para ver de perto incríveis animais. Na Cidade do Cabo o tour romântico inclui jantares no Victoria & Albert Waterfront; vinhos nas vinícolas da região; ou passeios de helicóptero pelo litoral da cidade. 

3 - Praga – Passagens aéreas custam em média R$ 2.928

A República Tcheca é uma excelente opção de viagem para quem gosta de cultura, história e gastronomia. Comparada com outros destinos da Europa, por lá os preços são bem menos salgados. Para começar, a moeda não é o Euro, e sim a Coroa Tcheca (CZK), com câmbio favorável para nós, ou seja, R$ 1 equivale a CZK 5,3. Isso não quer dizer que tudo custa uma pechincha, mas os preços são equivalentes ao que pagamos por aqui. Praga é dividida em quatro: Cidade do Castelo, Cidade Pequena, Cidade Velha e Cidade Nova. 

4 – Pequim - Passagens aéreas custam em média R$ 3.800 

Uma passagem de avião - ida e volta - até o outro lado do mundo ainda sai mais em conta que os novos aparelhos da Apple. Neste roteiro para Pequim, turistas exploram todo o peso da história pela Cidade Proibida, palácio imperial da China desde meados da Dinastia Ming até ao fim da Dinastia Qing. Fica localizada no centro da antiga cidade de Pequim e hoje abriga um complexo de palácios e museus imenso com tours, exposições de arte e restaurantes. 

5 – Dubai - Passagens aéreas custam em média R$ 4.000

Dubai não é a capital dos Emirados Árabes (e sim Abu Dhabi), mas é a cidade da região mais conhecida internacionalmente. O destino nunca para e, a cada ano, surgem novas atrações, todas gigantescas e a maioria com o título de “maior do mundo”. Ali, as coisas mudam rapidamente, alavancadas pela riqueza gerada pelo petróleo. E a cidade que atrai pelo glamour e ostentação, ainda mantém tradições como as cinco orações diárias voltadas para Meca, como determina a religião muçulmana. Entre as atrações imperdíveis estão o passeio de 4x4 no deserto (com direito a jantar com apresentação de danças típicas e ainda uma volta em cima do camelo), os shoppings Dubai Mall e Mall of the Emirates, o Burj Khalifa, o Burj al Arab e os souks.

6 - Auckland - Passagens aéreas custam em média R$ 4.100

Auckland, a maior cidade da Nova Zelândia é destino para aqueles que curtem compras, restaurantes e belezas naturais. Belas praias, trilhas para caminhada e uma dúzia de ilhas encantadoras estão lá, além de uma recomendável gastronomia. As passagens aéreas para lá ainda serão mais em conta que o intermediário dos novos iPhones.

*Valores citados se referem aos voos mais baratos encontrados no Voopter partindo de São Paulo. Os preços são todos relacionados a passagens aéreas (hospedagem e alimentação não entram neste cálculo)