Larry Page apresenta 'carro-voador' que não exigiria licença de piloto para operar

Da Redação
07 de junho de 2018 - 17h40
Batizado de Flyer, veículo individual de baixo alcance foi desenvolvido por startup apoiada pelo cofundador do Google

Larry Page, um dos fundadores do Google, apresentou seu novo veículo voador elétrico com lugar para apenas uma pessoa, que nem sequer requer uma licença de piloto para operar. O Flyer foi desenvolvido e construído pela Kitty Hawk, empresa de tecnologia sediada na Califórnia e apoiada por Page. Parecido com um drone de grande porte, o Flyer usa dez hélices movidas a bateria para permanecer voando, de acordo com a Bloomberg.

O Flyer é um veículo individual, tem baixo alcance, voa entre três e dez pés acima do solo (entre um e três metros), viaja a até 20 mph (cerca de 30 kmh) e pode ser pilotado usando um joystick. A máquina é leve e pequena se considerarmos que “trata-se de um avião” e pesa apenas 113 quilos.

A Kitty Hawk realizou mais de 1,5 mil voos de teste com funcionários em centros de treinamento antes de anunciar o Flyer oficialmente. A empresa afirma que seus produtos são “carros voadores” e que essa aeronave trata-se de um veículo recreativo para uma pessoa com uso de capacete. A empresa não informou quando o Flyer estaria à venda ou quanto custaria.

É provável que o Flyer seja primeiro oferecido para resorts ou clubes de luxo como forma de recreação sobre praias e lagos, semelhante ao pacote de jet sky e water jat pack. Seu uso como táxi voador não parece estar nos planos.

O Flyer é apenas uma das duas principais iniciativas da Kitty Hawk. O outro “carro voador”, apelidado de Cora, é um avião elétrico de dois lugares com 13 rotores é projetado como uma alternativa de transporte nas cidades. A empresa está atualmente testando o Cora na Nova Zelândia. Em seu site, Kitty Hawk diz que o plano é oferecer a aeronave como “parte de um serviço similar ao de uma companhia aérea ou a um compartilhamento de viação”.