Sony apresenta no Brasil fone de ouvido sem fio com cancelamento de ruído

Por Carla Matsu
16/05/2018 - 15h04
Novo 1000XM2 garante áudios mais limpos, enquanto adapta som automaticamente ao ambiente externo. Nos EUA, aparelho é vendido a US$ 300

A Sony trará ao Brasil em junho seus fones de ouvido sem fio com tecnologia de cancelamento de ruído, o 1000XM2, eleito pelo mercado como um dos melhores da categoria e a uma versão mais leve e com menos recursos, o CH700N. Os dois já haviam sido lançados nos Estados Unidos e foram apresentados nesta quarta-feira (16) em coletiva de imprensa realizada em São Paulo.

Em um rápido teste com os dois dispositivos, nota-se que conforto pode ser um grande atrativo para convencer novos usuários. O 1000XM2 pesa cerca de 275 gramas, enquanto o outro par pesa 240 gramas. Mas é a tecnologia que consegue abafar o som ambiente e proporcionar áudios mais limpos que deve agradar as almas mais antissociais no trabalho e àquelas que pegam voos longos com certa frequência. 

Segundo a Sony, a tecnologia Noise Cancelling (NC) está mais inteligente que a versão anterior. No caso do 1000XM2, o aparelho recebeu otimização de pressão atmosférica, algo que, na teoria, consegue ajustar o som automaticamente para o ruidoso contexto de um avião. O mesmo recurso também consegue adaptar o áudio caso você se encontre em um ambiente mais barulhento, por exemplo. Também é possível personalizar suas preferências em um App exclusivo para os fones.

Controles gestuais

Caso você se impressione com a possibilidade de manipular objetos eletrônicos só com gestos manuais, você gostará do fato de que o 1000XM2 permite programar gestos para aumentar e abaixar o som, além de permitir que um simples toque no fone direito pause a música. A tecnologia que a Sony utiliza aqui é chamada de Sense Engine. O modelo mais leve da companhia não apresenta tais recursos. 

OK, Google

Os dois fones de ouvido também podem ser controlados com comandos de voz através do Google Assistente. Algo que pode ser útil para fazer perguntas sobre o tempo e últimas notícias, além de liberar músicas do Spotify sem ter a necessidade constante de abrir o aplicativo.

Bateria

Quanto a autonomia, a Sony garante que os fones de ouvido conseguem manter música para seus ouvidos por mais de 35 horas. Há ainda a possibilidade de usá-los com um cabo que acompanha o acessório.

Disponibilidade

Os dois fones de ouvido começam a ser vendidos em junho pelo site da Sony. A companhia ainda não informou o valor estimad no Brasil, mas disse que os preços seguiriam preço equivalente ao mercado norte-americano. Por lá, o CH700N é vendido por US$ 199, enquanto o 1000XM2 sai por US$ 299.