MIT cria luva robótica que permite influenciar sono e sonhos

Da Redação
24/04/2018 - 12h59
Protótipo oferece uma espécie de interface funcional do sono; Pesquisadores usam dispositivo para também estudar a memória

Pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) desenvolveram recentemente um dispositivo que permite que uma pessoa mantenha um estado semiconsciente entre o descanso e o sono. Um estado pouco estudado e que a ciência chama de hypnagogia.

Foi criada uma espécie de “interface funcional do sono”, na forma de um dispositivo — uma luva — que permite que os humanos tenham algum tipo de controle sobre seu próprio estado de consciência: a Dormio.

Alguns especialistas acreditam que, controlando a quantidade de tempo que passamos no estado “entre acordado e adormecido”, interrompendo a mente antes que ela adormeça completamente, podemos tirar proveito de certas associações cognitivas que temos e não usamos.

“Neste projeto, exploramos formas de aumentar a criatividade humana, estendendo, influenciando e capturando sonhos no estágio 1 do sono”, explica a página da Dormio. O MIT diz que testou o dispositivo com poucas pessoas, mas a perspectiva é promissora para novos testes.

Como o Dormio funciona

Uma pessoa veste a luva e faz o gesto de um soco (fechando a mão). Quando começa a adormecer, naturalmente afrouxa o aperto. Com esse movimento, a Dormio detecta que a pessoa está passando do descanso para o sono (hypnagogia) e a impede de dormir com um lembrete.

A partir daí, os cientistas são capazes de influenciar, extrair informações e estender o que chamaram de “microdreams”. O MIT afirma ainda que, pela primeira vez, aborda um estado de espírito subutilizado e pouco estudado, vital para a memória, a aprendizagem e a criatividade.