Boring Company irá priorizar transporte de pedestres e ciclistas, diz Elon Musk

Da Redação
12 de março de 2018 - 13h08
CEO da SpaceX disse que túneis ainda transportarão carros, mas deverá atender antes outra parcela dos usuários por uma questão de 'cortesia e justiça'

Há cerca de um ano, o empresário Elon Musk anunciou planos de cavar túneis para lidar com o pesado trânsito das grandes cidades. Para isso, ele criou uma companhia, a The Boring Company. No projeto original, o conceito se dedicava a uma rede de túneis subterrâneos para transportar carros de um ponto A a B por meio de um pod elétrico a uma velocidade de cerca de 200 km/h. 

Agora, Musk deu mais detalhes e atualizações da empreitada e com um ajuste importante no projeto: a prioridade agora será transportar pessoas e ciclistas pelos túneis, depois focar no transporte de carros. Mas você pode pensar: metrôs já fazem isso. Qual seria a diferença e grande inovação aqui? Segundo o fundador da SpaceX e Tesla, em vez de grandes e poucas estações, a ideia seria disponibilizar milhares de pequenas estações pelas cidades. 

Musk disse que a mudança visa atender uma questão de cortesia e justiça: "Se alguém não tem condições de comprar um carro, essa pessoa deveria ir primeiro”, escreveu Musk em sua conta no Twitter. Ele aproveitou a rede social para publicar um vídeo que ilustra a visão do empreendimento. 

Os túneis ainda irão transportar carros, mas apenas "depois que as necessidades do transporte de massa personalizado forem atendidas", completou Musk.