Precisamos falar sobre o grande vazamento dos smartphones da Motorola

Michael Simon, PC World / EUA
18/01/2018 - 11h11
Publicação nesta semana de praticamente toda a linha Moto 2018 pode afetar os planos da Lenovo para este ano.

Moto Z2 Play, lançado em junho de 2017 (Imagem: Motorola)

Vazamentos de aparelhos Android são normais nesta época do ano. Já ouvimos falar sobre muitos dos recursos que devem estar nos rivais Galaxy S9 e LG G7, além dos sempre presentes rumores sobre um smartphone dobrável da Samsung. Mas nada podia nos preparar para o vazamento da linha Moto detalhando especificações para o X5, o Z3 e o G6. 

Em um vazamento sem precedentes que pode ter grandes ramificações para os planos da Lenovo, o site Droid Life de alguma forma colocou as mãos na linha completa (ou boa parte dela) da Moto para 2018, com fotos, especificações e até slogans de marketing para nada menos do que seis aparelhos.

Entre outras coisas, o vazamento em questão aponta que o Moto X5 terá um “entalhe” no estilo do iPhone X, além de desbloqueio via reconhecimento facial 3D ou sensor de impressão digital na tela. Já o Moto Z3 terá uma “tela infinita” no estilo do Galaxy S8, enquanto que o G6 Play contará com uma bateria de 4.000mAh. E todos os aparelhos Moto neste ano terão a traseira de vidro e não de metal.

E esses são apenas os destaques. Os relatos do Droid Life foram tão detalhados que o jornalista Evan Blass, do Venture Beat, que não é estranho a vazamentos, se pronunciou sobre o caso: “Nunca vi um vazamento tão completo, precoce e potencialmente prejudicial a uma empresa quanto as renderizações e todos os relatos do @droid_life cobrindo quase toda a linha de 2018 da Motorola – apenas na metade de janeiro”.

Muita gente trata os vazamentos como se fossem notícias, mas eles podem afetar dramaticamente os planos de uma empresa. Os smartphones da linha Moto podem não ser tão populares quanto os da Samsung e da Apple, mas os vazamentos dessa semana podem impactar o roadmap da Lenovo para 2018 e afetar o seu negócio de forma geral. 

Tão importante quanto: as informações vazadas podem influenciar os rivais da Lenovo. Rumores são uma coisa, mas um vazamento tão significativo e completo ainda em janeiro pode ter um efeito dominó no mercado. 

Vamos trocar a Moto pela Samsung. É uma coisa ter pedaços de informações vazados ao longo de vários meses, mas e se um site publicasse imagens e especificações completas sobre o S9 meses antes do lançamento? Certamente permitiria que os concorrentes corressem atrás de um ou mais recursos, e forçaria a Samsung a adiantar a data de lançamento ou adicionar uma novidade que poderia não ficar pronta a tempo. 

Rumores e vazamentos são um fato da vida para as empresas de tecnologia, e não há uma medida de segurança fechada o suficiente para acabar com todos. Apenas pergunte para a Apple. No entanto, há uma grande diferença entre imagens vazadas alguns dias antes de um evento e o vazamento da linha completa de uma empresa para um ano. Mas será que algum site de notícias resistiria em publicar um vazamento tão completo como esse?

Até o fechamento da reportagem, a Lenovo não tinha se pronunciado sobre o caso.