Apple admite estar desacelerando iPhones antigos para sua proteção

Da Redação, com IDG News Service
21/12/2017 - 13h00
Curiosamente, a empresa argumenta que tem tornado os dispositivos antigos mais lentos como forma de proporcionar uma melhor experiência geral de uso

Esta semana a Apple confirmou as suspeitas de muitos donos de iPhone de que deliberadamente torna aparelhos antigos mais lentos. Não para forçar a compra de um aparelho novo, como acreditam muitos consumidores, mas em função da piora da performance da bateria de íon-lítio com o tempo, segundo a empresa.   Com isso, a companhia estaria evitando o desligamento inesperado do dispositivo para proteger seus componentes eletrônicos.

A atitude da Apple gerou polêmica, principalmente, por não avisado previamente os usuários. O recurso que reduz a performance foi implementado no ano passado, no lançamento  para o iPhone 6, iPhone 6s e iPhone SE,  para suavizar os picos instantâneos e impedir que o dispositivo desligue inesperadamente durante essas condições. "Agora ampliamos esse recurso para o iPhone 7 com o iOS 11.2 e planejamos adicionar suporte para outros produtos no futuro", disse a empresa em comunicado para a imprensa.

O argumento é que as baterias mais antigas podem tornar-se menos capazes de fornecer energia de desempenho máximo, o que significa que os dispositivos às vezes desligam para evitar danos nos componentes internos. Existe também um risco ao usar dispositivos em clima muito quente ou muito frio.