Nvidia revela nova geração de chips para carros integralmente autônomos

Da Redação
10/10/2017 - 13h53
Novo computador Pegasus poderá ser usado para equipar veículos autônomos Nível 5, que dispensariam uso de volante, pedais e retrovisores

A Nvidia revelou nesta terça-feira (10) uma nova plataforma computacional ainda mais poderosa para alimentar carros autônomos. 

Segundo a fabricante, o novo sistema batizado de Pegasus poderá ser usado para equipar veículos autônomos Nível 5, que são considerados integralmente autônomos e que não precisariam de volante, tampouco pedais e retrovisores.

O Pegasus faz parte da terceira geração da plataforma Drive PX e, comparada a tecnologia antecessora, oferece 10x mais operações por segundo em termos de capacidade computacional.
 
Além disso, quatro sistemas de inteligência artificial, sendo dois deles SoCs Xavier de última geração com GPUs Nvidia Volta, suportam o Pegasus. O novo chip também consumiria menos energia que seu anterior, disse a Nvidia. 
 
Vale ressaltar que, atualmente, os carros autônomos que seguem sob testes não conseguiram superar o nível 2 de autonomia. E sob a legislação de onde atuam, como no estado da Califórnia, os veículos precisam ser supervisionados por um motorista humano quando testados em vias públicas. 
 
De acordo com a Nvidia, mais de 25 montadoras estão trabalhando conjuntamente com a fabricante de hardware para desenvolver carros, táxis e caminhões autônomos. A previsão é que o Pegasus esteja disponível para parceiros até a segunda metade de 2018.