Apple investiga relatos de problemas com a bateria do iPhone 8

Macworld / EUA
06 de outubro de 2017 - 18h08
Até agora, são seis casos de baterias que 'estufam' no novo smartphone da empresa de Cupertino.

Você já deve ter visto um post no Twitter ou no Facebook nos últimos dias com uma foto de um iPhone 8 meio ‘inchado’. Alguns relatos do tipo surgiram desde o lançamento do aparelho em 22 de setembro e, como esperado, estão tomando as manchetes pela Internet. Mas ainda não há razão para se preocupar. 

Esse problema das baterias salientes é causado por um desenvolvimento de gases dentro da célula. Ele geralmente afeta baterias mais antigas que estão próximas do fim do seu ciclo de vida, mas, apesar de raro, não é completamente incomum que também afete baterias novas. Na verdade, se você buscar por “iPhone 7 battery swelling” (“iPhone 7 bateria inchada”, em tradução livre) encontrará muitos casos parecidos.

Até o momento, apareceram apenas seis casos de relatos de baterias ‘inchadas’ no iPhone 8, um número bastante pequeno se pensarmos na grande quantidade de aparelhos que já foi vendida pela Apple nessas duas semanas. Sim, podem haver muitos outros que não chegaram às redes sociais e aos sites de notícias, mas se fosse algo espalhado entre muitos usuários, provavelmente já teria chegado ao grande público. 

A Apple disse que está investigando os relatos dos usuários. Baterias problemáticas em smartphones recebem muita atenção atualmente depois de todo o problema que causou o recall do Samsung Galaxy Note 7 no ano passado, em que alguns aparelhos chegaram a pegar fogo e até a explodir, segundo relatos. A fabricante sul-coreana teve de realizar um recall global para retirar o dispositivo do mercado. 

Mas, até o momento pelo menos, são problemas diferentes. No caso da Samsung, o problema foi relacionado a diversos defeitos de fabricação, incluindo soldagem inadequada, separadores abaixo do padrão e falta de fita de isolamento. Resumindo, os fabricantes da Samsung forneceram baterias com problemas para a empresa, que só foram descobertas depois que os aparelhos chegaram aos usuários.

Apesar de ainda não existirem evidências de que as baterias do iPhone 8 tenham causado danos físicos ou materiais, um smartphone com uma bateria ‘inchada’ ainda é um motivo de preocupação. Esse inchaço pode afetar qualquer bateria de íon-lítio e polímero-lítio, e pode fazer qualquer produto, não apenas smartphones. Caso o seu iPhone 8 mostrar sinais de inchaço, não recarregue-o ou tente afundar a bateria. Leve o smartphone para a Apple Store mais próxima, onde farão a troca por um modelo novo e irão se desfazer do dispositivo problemático da maneira correta.

Esperamos que nenhum. As baterias dentro dos nossos smartphones são muito mais perigosas do que gostamos de pensar. Mas consideramos que existem bilhões delas no mundo, os relatos de problemas são muito baixos.