Após Facebook e Google, China bloqueia uso do WhatsApp

Da Redação
25 de setembro de 2017 - 17h37
Segundo especialistas em segurança, usuários não conseguem enviar mensagens de texto, voz, imagens e vídeos pelo app do Facebook.

A China bloqueou o uso do aplicativo de mensagens WhatsApp, segundo especialistas em segurança ouvidos pelo The New York Times. O jornal destaca que o bloqueio acontece antes de um grande encontro do Partido Comunista agendado para outubro.

Até então, os usuários chineses já tinham relatado problemas limitados com o app, ficando sem conseguir enviar fotos ou vídeos por determinados períodos de tempo.

No entanto, agora não é possível nem enviar mais mensagens de texto com o WhatsApp na China, como relata o especialista em criptografia da Symbolic Software, Nadim Kobeissi, em entrevista ao The Verge.

“Essencialmente, parece que o que monitoramos inicialmente como censura de fotos, vídeos e mensagens de voz no WhatsApp em julho agora evoluiu para o que parece ser o bloqueio consistente de mensagens de texto na China”, explica Kobeissi.

Com isso, a China amplia a lista de serviços de Internet bloqueados para a sua população, que já contava com plataformas como Google, Facebook e Twitter.