Xiaomi se une ao Google para lançar seu 1º aparelho Android One

Da Redação
05 de setembro de 2017 - 18h57
Com lançamento previsto até o fim do mês, smartphone Mi A1 conta com duas câmeras traseiras de 12MP, Snapdragon 625, 4GB de RAM e bateria de 3080mAh.

A Xiaomi anunciou nesta semana um novo smartphone chamado Mi A1, o seu primeiro aparelho como parte do programa Android One, o que significa que o dispositivo terá a versão pura do sistema do Google.

Por conta disso, o A1 também receberá as atualizações do Android assim que elas forem liberadas pela gigante de Mountain View, além de ter o upgrade para o novo Android Oreo previsto para o fim de 2017 – e a garantia de ser um dos primeiros aparelhos a receberem o Android P.

Com um design fino, com apenas 7,3mm de espessura,  e um bonito acabamento em metal, o Mi A1 possui uma configuração de respeito, que inclui uma tela de 5,5 polegadas (1080p), processador octa-core Snapdragon 625 de 2GHz, GPU Adreno 506, 4GB de RAM e 64GB de espaço para armazenamento (expansível até 128GB via microSD).

mia1_625.jpg

Também merecem destaque as duas câmeras traseiras de 12MP do aparelho, recurso mais comum em smartphones top de linha e que permite a captura de imagens com ângulos abertos e zoom óptico 2x.

Vale notar ainda que o novo smartphone da Xiaomi conta com o conector padrão de 3,5mm para fones de ouvido e uma bateria de 3080mAh, que permite um dia inteiro de uso, de acordo com a fabricante chinesa.

O novo Mi A1 será lançado na Europa, México e Ásia até o final de setembro com preço equivalente a 234 dólares.