Waymo ensina carros autônomos a detectarem ambulâncias e carros da polícia

Da Redação
12/07/2017 - 13h03
Após atualizar sensores, carros compilaram biblioteca de sons e sinais para "enxergar" e "ouvir" as luzes intermitentes de veículos de emergência

A Waymo, unidade de carros autônomos da Alphabet, começou a treinar suas minivans autônomas Chrysler para reconhecerem veículos de emergência, como ambulâncias, carros de polícia e de bombeiros. 

A tarefa é importante, tendo em vista que antes de assumir as estradas públicas, carros autônomos precisam estar aptos a darem passagem para tais veículos.

A companhia se uniu ao departamento de polícia e de bombeiros da cidade de Chandler, no estado do Arizona (EUA), para testar a tecnologia em condições reais.

"Este treinamento é a chave para detectar e responder de forma confiável a veículos de emergência no estado do Arizona e além", escreveu a empresa em seu blog. "Ao ensinar esta capacidade avançada aos nossos carros, estamos mais próximos de trazer, de verdade, a tecnologia autônoma para o mundo."

Para o teste, autoridades colocaram à disposição ambulâncias, carros da polícia e dos bombeiros, na mesma rota que as minivans. Os exercícios foram conduzidos durante o dia e noite. 

Graças a uma atualização dos sensores das minivans, que incluem um sistema de deteção de áudio e de visão atualizados, a Waymo conseguiu compilar uma espécie de biblioteca de sons e sinais. Com isso, os veículos são, agora, capazes de "enxergar" e "ouvir" as luzes intermitentes de veículos de emergência. Os sensores também permitem que a tecnologia reconheça outros tipos de veículos de emergência que ainda não viu.

Segundo a companhia, os dados coletados são importantes para ensinar o sistema como detectar de onde as sirenes estão vindo. Dessa forma, ao apontar a direção em que os veículos de emergência estão, os carros autônomos podem se mover para dar passagem.