App utiliza recurso inspirado no Tinder para facilitar venda e troca de carros

Da Redação
10/07/2017 - 15h37
App do Automóvel cruza informações de vendedores e compradores e só conecta um ao outro quando há interesse mútuo

Um novo aplicativo promete ser o Tinder que você precisa na hora de achar um pretendente para o seu carro usado. Batizado de "App do Automóvel", a ferramenta empresta o recurso do famoso aplicativo de paquera, o "match", para negociar, trocar, comprar e vender automóveis.

Lançado em junho deste ano, a plataforma cruza informações de vendedores e compradores e só conecta um ao outro quando há interesse mútuo. 

Entre os filtros de interesse estão localização, ano de produção, categoria e cor do veículo. O aplicativo, então, sugere perfis de automóveis que combinem entre si. Com um clique, é possível demonstrar interesse. 

Como no Tinder, se o outro retribui a curtida, ambos recebem uma notificação. Assim, um pode ligar ou mandar e-mail para o outro, sem ser inconveniente. 

Segundo a Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), a venda de veículos usados cresceu mais de 6% no primeiro quadrimestre deste ano, em relação ao mesmo período de 2016. 

“Um carro zero quilômetro, ao retirar da loja, o consumidor já arca com uma desvalorização. Isso não ocorre com um seminovo, o que o torna competitivo. Pelo menos até o momento que ele precisa vendê-lo, já que as concessionárias desvalorizam em cerca de 20% os automóveis. Essa porcentagem seria o lucro do revendedor”, conta Felipe Jacinto, fundador do App do Automóvel.

Atualmente, o aplicativo conta com 2.500 automóveis cadastrados para vendas ou trocas e cerca de 6 mil usuários, entre 25 e 45 anos de idade, majoritariamente do sexo masculino.

Disponível para sistemas Android e iOS, o aplicativo não tem custo pelo primeiro mês. A partir do segundo mês, o usuário que quiser manter o anúncio de venda do carro precisa pagar R$ 4,99 por mês.