Samsung revela assistente inteligente que alimentará o novo Galaxy S8

IDG News Service
21/03/2017 - 10h45
Assistente de voz Bixby alimentará uma série de apps pré-instalados do S8, além de TVs e máquinas de lavar roupa

Samsung revelou nessa segunda-feira (20/03) que o novo Samsung Galaxy S8 - a ser apresentado no dia 29 de março, em Nova York - será alimentado com o Bixby, um assistente de voz inteligente desenvolvido pela sul-coreana.

O Bixby será ativado usando um botão físico especial do telefone, diferenciando-o de alguns outros assistentes que dependem de uma palavra-chave, como "Alexa" ou "Siri". A Samsung também anunciou que o Bixby atuará em milhões de dispositivos fabricados pela Samsung, incluindo TVs e máquinas de lavar roupa.

O S8 virá também com uma série de aplicativos pré-instalados que serão habilitados para o Bixby, de acordo com Injong Rhee, vice-presidente executivo de software e serviços para a Samsung Electronics. Com o tempo, esses aplicativos se expandirão uma vez que a Samsung prevê o lançamento de um kit de desenvolvimento de software para que desenvolvedores terceiros habilitem seus aplicativos e serviços com o Bixby.

"O Bixby será nosso primeiro passo em uma jornada para inaugurar completamente novas formas de interagir com seu telefone", disse Rhee.

Para o analista do Gartner, Werner Goertz, o Bixby é um recém-chegado ao universo das assistentes digitais, chegando dois anos após a Alexa da Amazon e atrás do Google Assistant, que já possuem bancos de dados ricos sobre pesquisas de voz e pesquisas para adicionar contexto às consultas.

A Alexa é bem conhecida por trabalhar com os dispositivos Echo da Amazon. No entanto, na semana passada, a companhia anunciou que a Alexa trabalha em um aplicativo Amazon para dispositivos iOS.

Mesmo a Alexa está em seus "estágios iniciais" em termos de quão bem um usuário pode obter uma resposta para uma pergunta complicada.

As funções de conversação de voz em texto com assistentes digitais "funcionam relativamente bem a menos que você apresente sotaques e ruído de fundo", pontua Goertz. A questão mais crítica é a base de conhecimento necessária para encontrar informações precisas.

Ainda assim, a Samsung argumentou que o Bixby oferecerá uma "experiência mais profunda". A empresa disse que o recurso em um aplicativo compatível com o Bixby suporta quase todas as tarefas que o aplicativo é capaz de executar, incluindo os comandos de toque. 

Em comparação, a maioria dos assistentes atualmente suporta apenas algumas tarefas selecionadas, o que pode confundir usuários sobre o que funciona por comando de voz em um aplicativo.

A Samsung também anunciou que o Bixby saberá o contexto e o estado atual de um aplicativo para permitir que os usuários realizem trabalhos em andamento. Os usuários serão capazes de combinar toque com interações de voz, dependendo do que eles preferirem.

E o Bixby também será inteligente o suficiente para entender comandos com informações incompletas, em seguida, pedir mais informações. "Isso torna a interface muito mais natural e mais fácil de usar", acrescentou Rhee.

Mesmo que a Samsung esteja começando um tanto atrasada com o Bixby, Goertz aposta que a companhia ganhe tração rapidamente, em parte porque Samsung tem condições para isso.

A Samsung terminou o ano de 2016 como a maior fabricante de smartphones do mundo, embora a Apple tenha avançado à frente no quarto trimestre, de acordo com a IDC. A Amazon tem 10 mil parceiros de integração para a Alexa - tudo, desde luzes aos sistemas de segurança. Mas a Samsung tem uma linha de automação doméstica, a SmartThings e também fabrica uma ampla gama de produtos além de dispositivos domésticos como máquinas de lavar e TVs, incluindo equipamentos de construção pesados.

"O Bixby será uma grande adição" aos produtos Samsung, disse Goertz. O S8 também deve suportar o assistente do Google se for fornecido com o Android 7.0 como esperado" para que os usuários tenham uma escolha entre o Bixby e o Google Assistant".